3ª Edição da Oda Al Vino

Estou bastante acostumado com as feiras de vinhos no Brasil, mas eu não havia tido a oportunidade de participar de eventos fora do território nacional. Para desbravar os eventos em terras além das fronteiras convidei os confrades Fernando Procópio, Antonio Nunes e Aluisio Leibanti a participarem do evento acima.

Todos

A terceira edição da Oda Al Vino aconteceu nos dias 1 e 2 de setembro em, Puerto Iguazú, cidade vizinha de Foz do Iguaçu. O evento reuniu as maiores empresas produtoras de vinho de toda a Argentina, mais de 70 bodegas das províncias Mendoza, Salta, San Juan, La Rioja e Patagônia, que representaram a elite de produção argentina, a nona maior do mundo em 2016.

Entre elas, Nieto Senetier, Cadus, Ruca Malen, Los Haroldos, Trivento, Zuccardi, Septima, Codorniu, Escorihuela Gascon, Lagarde, Humberto Canale, Alto las Homigas, Andeluna Cellars, Los Chocos, Vinorum, Etchart, Grafigna, Toneles, Mosquita Muerta, Sottano, Vicentin, Ernesto Catena Winery, Luigi Bosca, Catena Zapata, Rutini, Pulenta, Zorzal, LTU, El Porvenir, Dante Robino, Tapiz, Cuarto Dominio, La Puerta, Finca Maralle, Lorca, Foster, Domados, Riglos, Huarpe, Gauchezco, El Peral, RJ Viñedos, Chañarmuyo, Piedra Negra Lurton, Margot, Clos de los Siete, Diamantes, Monteviejo, Trapiche, Las Moras, Navarro Correas, El Esteco, Norton, Kaiken, Desierto, Melodia, Fin del Mundo, Mendell, Altupalka, Benegas, Piatelli, Vistalba, Argento, Domaine Bousquet e Valle del Indio.

Além das Argentinas, destacamos a presença da Vina Montes do Chile e da Bodega Garzon do Uruguai.

O valor do ingresso foi de duzentos reais, sendo que a metade era revertida em compras após o evento e dava direito a uma taça de cristal personalizada com o nome da feira. Taça essa que tinha formato próprio para degustação, muito melhor que a taça da Wine Weekend por exemplo.

A organização do evento foi excelente. Todas as vinícolas tinham um estande padrão da feira com o nome da bodega, o local era razoavelmente amplo e tinha pontos para compra de água e petiscos, além de boa estrutura de banheiros. O cuidado dos expositores ao servir os vinhos impressionou, sempre preocupados em lavar as taças para as provas dos diferentes vinhos, em manter a temperatura ideal dos vinhos tintos e brancos e em decantar os principais vinhos da exposição. Cuidados esses que nem sempre vemos em feiras no Brasil.

Para aproveitar a presença de algumas vinícolas menores e menos conhecidas meu foco principal nesse evento foi provar os vinhos que por muitas vezes já havia visto nas lojas da Argentina sem ter a oportunidade de prova-los. E sem dúvida houve boas surpresas como o Varúa Cabernet Sauvignon 2013 da Finca La Anita, o Gauchezco Oro Appellation Gualtallary Malbec 2012 da Finca Gauchezco, os ótimos Altupalka Malbec Extremo 2014 e Altupalka Sauvignon Blanc Extremo 2016 da Bodega Antupalka e o Ala Negra Gran Corte 2013 da Bodega Corvus

Entre os mais conhecidos são muitos destaques visto que as principais vinícolas apresentaram seus vinhos mais renomados. Posso destacar como excelente sugestão de compra aos amigos: Val de Flores 2011 de Michel Rolland, Vistalba Corte A 2014 da Bodega Vistalba, RJ Distinto 2012 da RJ Viñedos, Lindaflor Malbec 2011 da Monteviejo, Trivento Eolo Malbec 2013 da Trivento, Iscay 2009 da Trivento, Colomé 180 anos da Bodega Colomé, Chanar Punco 2013 e Altimvs 2011 da El Esteco, Riglos Gran Corte 2014 da Riglos, Firmado Malbec 2010 da Enrique Foster Fabre Montemayou Gran Vin 2011 da Fabre Montemayou, Trinitá 2013 da Piattelli Vineyards e Gran Dante Malbec 2014 da Dante Robino.

Agora além desses destaques os meus favoritos foram:

Séptima Gran Reserva 10 Barricas Cabernet Sauvignon 2012: Edição limitada das melhores 10 barricas de Cabernet Sauvignon que compõe o blend do Gran Reserva lançado somente em safras excepcionais. O vinho passa 12 meses em carvalho 50% de primeiro uso. Cor rubi, aromas de frutas vermelhas maduras, café, chocolate amargo, baunilha e amêndoas. Em boca é estruturado, potente e maduro com taninos firmes e notas de cacau e baunilha. Final aveludado e persistente. Nota 4,4 estrelas.

Septima

Entreamigos Gran Corte 2013: Um vinho produzido pela bodega Corvus como um Privet Label para a Oda Vinoteca. Trata-se de um corte de 40% Malbec, 35% Merlot, 15% Cabernet Sauvignon e 10% Petit Verdot que passa 15 meses em carvalho francês e 18 meses em garrafas antes de ir ao mercado. Cor vermelho intenso, aroma floral, com notas de tabaco, especiarias e passas. Na boca conta com estrutura e concentração, taninos aveludados e notas de framboesas, cacau e pimenta preta com final agradável, equilibrado e untuoso. Nota 4,3 estrelas.

Entreamigos

4 comentários em “3ª Edição da Oda Al Vino

    1. Sim Rodrigo, acontece todos os anos nos primeiros dias de Setembro. Está foi a terceira edição mas apenas a primeira que participei. Tem o Facebook da Oda Vinoteca que costuma avisar sobre o evento! Abraços

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s