Porque eu ainda utilizo o Vivino.

Olá Amigos!!

Antes de tudo, para os amigos que nunca ouviram falar do Vivino, trata-se de um aplicativo utilizado por milhões de aficionados por vinhos no mundo todo. É semelhante a qualquer rede social, com interação entre os usuários e o grande objetivo é postar os vinhos que você tomou, dando uma nota e fazendo comentários sobre esse vinho, assim ajudando os demais usuários a decidir desde a compra até o momento ideal para abrir um determinado vinho.

Mas como já disse, trata-se de uma rede social, e como qualquer outra dessas redes, sempre tem pessoas que não se ajustam com a conduta esperada e isso já desmotivou muitos amigos que deixaram de usar esse aplicativo. E ainda tem um grande complicador, o Vivino possui um ranking de usuários por países que potencializa a presença desses indivíduos que não medem esforços para estar bem posicionados no ranking.

Posição Vivino V ao Cubo
Detalhe do ranking, na parte inferior direita da imagem

Como o ranking é baseado em uma suposta interação social existe várias maneiras para “burlar” esse ranking e a mais nociva é a pessoa postar um vinho que não bebeu, pura e simplesmente porque fazendo isso, foge-se do princípio do aplicativo que é ajudar as pessoas a escolher vinhos contribuindo com a sua experiência sobre o determinado vinho. E já vi inúmeras “falcatruas” no aplicativo, desde bater uma foto da tela do computador, da prateleira do supermercado até utilizar-se das fotos de outras pessoas para dar uma nota ao vinho, eu mesmo já tive diversas fotos utilizadas sem minha ciência ou autorização.

Sem contar aquelas pessoas que dão uma nota para um vinho que está na adega. Uma nota sem provar o vinho? Distorce obviamente a nota média desse vinho. Para esses casos tem diversas outras redes sociais apropriadas a esse tipo de postagem, mas a busca pelo ranking é incansável e cega.

Isso já me incomodou muito, mas hoje para ser honesto pouco me importa. A verdade é que eu percebi que quem mais perde com essa prática é exatamente quem a pratica pois eles não aproveitam a melhor função do aplicativo que é conhecer pessoas e trocar experiências, não só pelo próprio aplicativo, mas ao vivo e a cores! Isso eles nunca irão realizar pois eles jamais conseguem conquistar o respeito das pessoas que fazem bom uso da ferramenta. São invariavelmente tratados como “FAKES”. Irônico e maquiavélico!

O vinho por si só já é um poderoso agregador! Ele cria vínculos e amizades.

E graças a essa soma do vinho + aplicativo, ao longo de mais de três anos de uso, conheci pessoas incríveis e fiz muitos amigos, alguns virtuais e outra boa parte que já tive a honra de conhecer pessoalmente. E com alguns desses amigos a relação é tão próxima que supera muitas vezes relações onde existe o laço de sangue. Esses serão amigos para uma vida toda.

Nos últimos anos, tive a oportunidade de sentar à uma mesa para beber um vinho, trocando conhecimentos ou simplesmente jogando conversa fora com pessoas de todo o Brasil. E já tive a oportunidade de participar de encontros internacionais no Chile, Argentina e Uruguai, além de interagir e trocar conhecimento com diversos usuários do Vivino ao redor do mundo. Já troquei vinhos com um amigo da Rússia.

Vivino Chile
Encontro do Vivino no Chile com os amigos Juan Maggi, Gustavo Santana, Salmantino, Homero Gac e Brennus

Portanto, acho que o aplicativo traz mais benefícios do que desconfortos e o ranking nada mais é que um mero detalhe. Já sugeri muitas vezes aos criadores do aplicativo retirar esse ranking,

54 comentários em “Porque eu ainda utilizo o Vivino.

  1. Sintese perfeita dos problemas do Vivino, cuja ideia inicial é fantástica. Concordo que o ranking desvirtuou a essencia do app, já vimos muitos casos anedoticos de pessoas que fazem tudo para galgar posição e perdem credibilidade e viram motivo de chacotas. Suprimir o ranking é uma ótima ideia!

    Curtido por 2 pessoas

  2. Perfeita colocação Sitta. O Vivino é um excelente aplicativo para dar um norte ao consumidor, a pessoa que não tem muito conhecimento e procura uma opinião para avalizar sua escolha.
    O ranking é realmente um problema, já tive fotos roubadas, usadas indevidamente, tem usuários que dão notas para encontros, confrarias, para suco de uvas…Enfim, uma pena, mas a vida é assim, sempre tem um que quer aparecer…. mas os usuários sabem e tem noção de quem são os verdadeiros degustadores, que fazem suas notas com isenção…

    Curtido por 2 pessoas

  3. Rodrigo, eu também ja fui heavy user dessa ferramenta. Costumava fazer bons textos, menos preocupado com a técnica e mais com a experiência. Mas o ranking, os fakes, os haterse as bugs no app me venceram.
    Hoje spenas me divirto relendo textos que fiz no passado.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Belo texto Sitta! O Vivino me proporcionou conhecer pessoas incríveis que hoje fazem parte da minha vida. Concordo plenamente com você sobre o ranking. Quando percebi que muitos usuários passaram a se preocupar em galgar posições no ranking em detrimento da qualidade dos posts, parei de postar. Costumo fazer as resenhas dos vinhos que bebo, mas prefiro guarda-las comigo. Abração!

    Curtido por 1 pessoa

  5. Excelente texto, Sitta.
    Eu já quis publicar alguma coisa em defesa da ideia do app (mas ressaltando o quanto algumas pessoas o disvirtuam) e você escreveu exatamente aquilo que penso.
    Assim como você já fiquei incomodado com as postagens falsas, com o uso indevido das minhas fotos, com as apelações para ganhar atenção etc, e já pensei em abandonar o app. Aliás, estas coisas fazem que o Vivino seja muito mal visto no meio profissional – e ser um usuário de destaque muitas vezes tem uma repercussão até negativa por causa de uns poucos. Aliás, a maioria dos meus amigos enófilos mais experientes e confrades não participa e critica o Vivino por isso.
    Quero crer que a maioria dos usuários identifica com facilidade quem são essas pessoas, mas ao ver que seus posts são amplamente comentados, bate novamente um desânimo e chego a dar alguma razão aos críticos do app.
    Também já sugeri diversas vezes a extinção do ranking ao suporte, mas creio que eles pensam que essa competição sem sentido é benéfica para projetar o app (mal sabem que à custa de sua credibilidade).
    Enfim, o que mantém no Vivino é teimar em acreditar no compartilhamento de informações de forma democrática e isenta entre os enófilos. E assim como você sou grato ao Vivino pelas pessoas que conheci, pelos encontros dentro e fora do Brasil. Já faz um tempo em que me limito a postar as notas que já faço para o site e meu arquivo pessoal e a responder comentários. Meu tempo no app reduziu muito e prefiro interagir por outros meios. A vida é muito curta para se preocupar com este pessoal…

    Curtido por 1 pessoa

    1. Daniel.
      Primeiro de tudo fico honrado pelo seu comentário por tudo que você representa para o Vivino.
      Você tocou num ponto importante, esses fakes só existem graças a repercussão dos Post deles, somos nos que damos atenção a eles.
      Parece filme de terror em que o monstro cresce com acessos.

      Curtir

  6. Muito bom post Sitta.
    Assino embaixo! Sou usuário do Vivino, apesar de todos os problemas, pois, como vc disse, além de uma ótima ferramenta de pesquisa, me fez conhecer ótimas pessoas e fazer novos amigos! Os “fakes” até me divertem um pouco..
    .rsssss.
    Forte abraço

    Curtido por 2 pessoas

  7. Mais uma grande síntese, Sitta. Continuo usando o aplicativo como minha caderneta de vinhos. Sempre começo meus posts com a data e a ocasião em que os bebi, além de incluir os amigos que desfrutaram comigo do prazer de se dividir uma boa garrafa de vinho. Parei de comentar há uns 2 meses, por falta de tempo mesmo. Os fakes nunca me incomodaram muito. Para mim, ignorá-los é o suficiente.
    Um abraço, meu amigo (fico a vontade em chama-lo assim, pelas suas próprias palavras ao descrever o maior legado do Vivino que é a amizade)!
    Espero conhecê-lo pessoalmente algum dia (quem sabe no Rascal).

    Curtido por 2 pessoas

  8. Penso que o ranking nada mais é do que uma tola vaidade inerente à natureza humana. Àqueles que prezam o aplicativo não se importam com tão classificação. E aos bons usuários, restam-nos as agradáveis experiências e amizades firmadas! Saúde, Rodrigo!!

    Curtido por 2 pessoas

  9. Concordo plenamente!!! Já postei bastante, hoje o tempo vem me prejudicando, dividindo trabalho e atenção para a família, e deixando um pouco de lado está atividade prazerosa , quão gostoso é poder fazer uma análise de um vinho, mesmo que este seja bem baratinho ou os grandes ícones que nos empolgam mais !!! Mas o fato é que esse ranking uma babaquice, no sentido de competição, já uso o aplicativo há 4 anos, e no começo existia um usuário que usava o nome “ Babaca do supermercado “ , este tirava fotografias no supermercado para se beneficiar, mas acho que surgiram outros !?
    O que acho legal , e que por varias vezes, já basei minhas compras e até hoje, em vinhos que pessoas que sigo , considero que são confiáveis assim como você, certa vez fui para Mendoza e quem me passou todas as dicas foi o Fabiao , que não conheço pessoalmente e foram de suma importância para o meu passeio!! Hoje participo do vinhos on line não tao ativo , pelo motivo do tempo, mas sempre que posso acompanho e alguns colegas do vivino nos seguimos no Instagram!!
    Mas essas pessoas não me frustram , são babacas !!!
    Parabéns pelo seus posts no Vivino, aqui e no WhatsApp!!
    Saúde

    Curtido por 1 pessoa

  10. Foi através desse aplicativo que nos conhecemos. Como em toda comunidade, há pessoas boas e ruins. Escolher com quem queremos conviver é uma habilidade interpessoal muito importante e se aplica aos mundos real e virtual da mesma forma. Quanto ao rankng, uso o aplicativo faz 4 anos e ele já mudou as regras de classificação várias vezes. Já enviei diversas sugestões para tornarem a participação no ranking opcional, mas acho que não o fazem porque devem monetizar de alguma forma isso. Pelo menos é o que suspeito. Parabéns por abordar o artigo e pelo enfoque dado. Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

  11. Ótimo comentário! hoje utilizando o aplicativo vi uma postagem do Daniel Dalzochio que divulgava este comentário e indicava o blog . Sou usuário do aplicativo para ter um registro dos vinhos que já consumi e receber informações de novos vinhos. Me ajuda escolher melhor as próximas compras.Geralmente conferindo as notas de usuários que selecionei como amigos encontro ótimas indicações. Gosto da interação com os outros usuários.
    Lamentavelmente pela sobrecarga de trabalho e o isolamento geográfico da minha cidade e difícil participar de forma pessoal.
    Vou começar a deletar da listagem de amigos os que postarem notas pouco confiáveis.
    Um abraço! Saúde! Parabéns pela iniciativa!

    Curtido por 2 pessoas

  12. Belo texto Sitta!!! O Vivino me proporcionou conhecer pessoas incríveis que hoje fazem parte da minha vida, como você , Mabel. E muitos outros. Adoro ler opiniões e perceber como cada pessoa pode beber o mesmo vinho e ter opiniões tão contraditórias. O mundo do vinho é fascinante!!! Uma maneira de evitar fakes e ranking é não seguir essas pessoas. Saúde amigos!

    Curtido por 1 pessoa

  13. Muito bom Sitta! Sou muito grato ao Vivino por te encontrado amigos também. Foi por lá que te conheci e fiquei muito feliz ao ser chamado para diversas mesas onde conheci outros amigos e pude ser apresentado a vinhos que provavelmente não provaria sozinho. Essa teoca de experiências ao vivo, não tem preço. Postar vinhos que não se bebeu para mostrar para pessoas com quem não se convive é um negócio que não faz o menor sentido. Infelizmente tem gosto pra tudo…

    Curtido por 1 pessoa

  14. Um assunto realmente bem polêmico, concordo com o que expôs, Rodrigo Sitta. As redes sociais sempre possuem o lado bom e o lado ruim. Infelizmente algumas pessoas não a usam para o seu propósito, que é interagir, expor sua opinião, fazer amigos, aprender, preferem antes deturpar o ambiente. Mas eu quero acreditar que este tipo de pessoa está tendo cada vez menos espaço e em breve estarão tão deslocados que serão facilmente percebíveis. Grande abraço e continue com os excelentes posts.
    Marco Roberto

    Curtido por 1 pessoa

  15. Ótimo texto Sitta! Sua conclusão está muito correta. Não devemos ligar para o que os outros postam, mas sim na qualidade de nossas classificações e no desinteresse por ranking, uma vez que postamos de forma correta e com a intensão de guardar boas lembranças.
    Grande abraço!

    Curtido por 1 pessoa

  16. Parabéns pela iniciativa, Sitta! Também acredito que isto ocorra, mas o mais importante é fazermos amizades e catalogar os vinhos provados, assim como conhecer os futuros vinhos a serem experimentados . Grande abraço amigo!

    Curtido por 1 pessoa

  17. Estou com vc Sitta, já tive fotos “roubadas” e, evidentemente, há aqueles que perdem tempo em busca de algo impossível de conseguir: Credibilidade. Sou bem ativo no Vivino e meu uso, basicamente, é como um histórico pessoal. Parabéns pelo artigo!

    Curtido por 1 pessoa

  18. Mais um ótimo texto, Rodrigo!

    Nós humanos somos muito competitivos e vaidosos, claro que com níveis diferentes (também sou humano mas espero não me destacar particularmente por esses aspectos…). Infelizmente aqueles que não perdem oportunidade de se mostrar conseguem isso com alguma facilidade e alarde. Tem muitos que fazem comentários a partir de prateleiras de supermercado ou de lojas, de vinhos que nunca ou quase nada tomaram! Credibilidade zero mas com rating promissor e viés de alta!

    Também gosto muito de viagens e tem outro aplicativo que uso bastante (o TripAdvisor) que tem os mesmos problemas: gente paga para avaliar lugares que nem esteve ou em que só tirou uma fotografia e já dá opinião, para fazer número e crescer no ranking….

    Tem gente que usa o Vivino (e o TripAdvisor) com esta finalidade mas nem me importo. Tampouco vejo problema em gente que pega fotos de outros lugares ou de outros usuários, se isto for por necessidade e para ilustrar a experiência do que foi provado ou tomado, tudo bem. Acho que o essencial é o uso do aplicativo para registrar impressões reais do que foi bebido, bom ou ruim (assim como lugares em que a pessoas efetivamente esteve, no TripAdvisor). Aliás, admiro mais quem põe os vinhos ruins que tomou e registra as impressões para que outros não caiam no mesmo buraco do que os exibidos que parecem escolher vinhos pelo rótulo e pelo custo, tentando aparentar finesse ou mostrarem que são abastados.

    Tudo isto envolve o mundo do vinho (ou espumante), bebida que me acompanha desde a adolescência, por influência familiar, e me foi apresentada por meu avô bem antes disso. Ele que foi técnico agrícola, trabalhou numa vinícola antes de ser advogado, foi meu grande mestre e inspirador tanto em matéria de vinhos como na área jurídica. Acho que já te disse que ele e minha avó não sentavam à mesa sem uma taça de vinho ou com uma garrafa quando havia mais alguém além deles. Me lembro dele, por vezes contrariado, quando se encontrava num lugar que não tinha vinho e tinha de beber cerveja! Bebida para ele era vinho e sempre foi para nós um alimento, uma alegria.

    Aliás, acho o vinho uma bebida única: rica, saborosa, por vezes complexa, agregadora e integradora; anima no meio de amigos, nos alegra e distrai quando sozinhos…

    Daí porque me considero mais um bebedor que degustador de vinho: normalmente minhas impressões vem depois de algumas taças e, não raro, de uma garrafa inteira. Poucas vezes avaliei a partir de uma única taça e nunca depois do primeiro ou segundo gole.

    Uso o Vivino como um livro de memórias vínicas: primeiro para registrar o que bebi e quando, o que achei, se gostei e do que gostei. O aplicativo é muito mais preciso, objetivo e confiável que minha memória. Se isto for útil para outros, melhor ainda. Para mim o Vivino é como se fosse um livro de recordações, com lembranças. Por vezes volto a ele para retomar as experiências e saber o que comprar ou tomar novamente. Isso tem me sido útil e prazeiroso.

    Também uso o aplicativo como elemento de comparação, tanto de preços e opiniões, para saber por onde andar quando me deparo com um vinho novo. Quero ter uma certa noção de preço justo, saber se o vinho vale à pena, ou não. Essa funcionalidade tem sido muito útil e prática.

    Aos poucos, fui usando o aplicativo para ver o que outros estavam bebendo, pois gosto de saber das tendências e novidades do mundo do vinho.

    Também gosto e bebo de outras bebidas, como cervejas, mas estas são mais informais. Por melhores que sejam não me conquistam como o vinho e nem possuem a complexidade deste. Só para se ter uma ideia do que falo, cerveja quando quer ter um diferencial tem que acrescentar coisa aos seus ingredientes básicos (água, lúpulo, levedo e cevada)…O vinho, por si só (fermentado de uva) já traz em si todos os elementos que lhe irão dar sua complexidade e sabor (salvo alguma passagem por barris de carvalho, mas isto é coisa mínima que não lhe altera a essência).

    Também fui formando amizades virtuais no Vivino, obviamente dentre as quais és um dos principais, não só pela tua postura, conhecimentos na área, mas também pelo teu respeito e cordialidade com todos os que te seguem e interagem contigo. Espero transpor essa fronteira virtual e um dia comemorarmos com nossas taças, frente à frente. Tenho certeza que vai ser sensacional!

    Como comecei a receber indagações de pessoas de outros países, percebi que seria importante escrever em inglês para facilitar a vida deles e acho que funcionou. Muitos dos que trocam ideias comigo falam em espanhol ou inglês, daí porque tenho escrito muita coisa nesse idioma. Certamente alguns devem me achar um babaca que acha que sabe inglês e quer aparecer por escrever no idioma de Benjamin Franklin, querendo aparecer. Paciência, cada um é dono de seu juízo.

    Atualmente estou tentando fazer meus amigos usarem o aplicativo para vermos o que cada um bebe e o que achou. É divertido mas a maioria não tem a paciência que eu tenho com o aplicativo…aliás, nem minha mulher, que muitas vezes me acompanha nos vinhos (claro que com 25% da intensidade, se não menos…) que me critica por eu ser o “chato do aplicativo”: é que vou bebendo e anotando, registrando…

    Bom, acho que falei demais mas foi bom. O vinho é assim: propicia esse desenrolar de ideias, essas amizades, essas elocubrações mentais…e é muito bom ler o que escreves. Teu blog é como um bom vinho ou uma boa viagem: nos alegra, distrai, diverte e enriquece nossas vidas.

    Um abraço, meu amigo!

    E, para variar, saúde!

    Curtido por 1 pessoa

  19. Arthur
    Seus comentários são sempre muito bem-vindos. Acho importante as pessoas conhecerem como os outros usuários pensam.
    É dessa forma que conseguiremos fazer um aplicativo bem melhor para todos.
    Como você bem disse o importante é saber fazer bom uso daquilo que o aplicativo entrega.
    Dessa forma podemos fazer amizades e conhecer muitas pessoas interessantes por aqui, que com certeza vão agregar muito conhecimento.

    Curtido por 1 pessoa

  20. Fiquei com profundo sentimento de tristeza ao ler!
    Nunca me passou pela mente que alguem avaliasse algo que nao teve a oportunidade de degustar tao somente pelo ranking!
    Eu te sigo no vivino e acabei descobrindo a sua pagina por um acaso da curiosidade de aprender mais.
    Parabens pelo alerta e serei mais criterioso para dar o meu like!

    Curtido por 1 pessoa

    1. Pois é Wellington. Isso é uma situação que incomoda bastante. Tem gente que usa foto de monitor de computador, foto de prateleira de supermercado e até fotos de outras pessoas. Mas o importante é que tem uma turma bem bacana no Vivino. Obrigado pela mensagem

      Curtir

  21. Rodrigo, eu comecei usando soh com nota (para lembrar o que eu bebia), depois comecei a descrever porque nao lembrava o por que era bom ou ruim hahahaha. No fim acabei conhecendo um monte de gente nota dez e alguns manes (quase sempre gente que escrevia em twitter e que se autodenominavam conhecedores) que soh entravam para falar mal…Por sorte os últimos acabaram saindo, devem ter desistido de criticar a ignorancia dos coitados usuarios do vivino.
    No fundo eh como tudo…tem gente boa e gente que nao vale a pena…como infelizmente em qualquer lugar. Resta a cada um aproveitar da maneira que achar melhor o que a ferramenta nos oferece. No meu caso conhecendo e aproveitando de beber um bom vinho com amigos como vosmece. Abracao

    Curtido por 1 pessoa

  22. Sitta
    Ótimo post
    Parei de postar no Vivino por ‘n’ motivos, o principal foi tempo
    Entendo que o ranking é feito para seduzir usuários competitivos e gera um prazer extra para alguns…. não me enquadro
    O agradecimento ao Vivino foi fazer muitos amigos e trocar experiencias e vinhos ao longo dos anos que participei
    Hoje os grupos de Whatsapp me satisfazem e temos de agradecer ao Fernando Perciano por idealizar a ideia da degustação online que nos permitiu ter tantos amigos
    Parabéns pelo seu Blog e pelo Post sempre muito bem escrito
    Abs e saúde a todos 🍷🍷🍾🍾

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s