Top 20 – Janeiro 2018

Olá amigos,

Entre as novidades do Blog para este ano, vamos postar mensalmente a lista com os melhores (e piores) vinhos provados no mês e apresentar alguns com ótimo custo x benefício. A ideia é poder contribuir com dicas tanto de rótulos como do estágio de evolução dos vinhos.

E como apesar de hoje ainda ser janeiro, mas foi decretada folga geral pelo fígado, estou postando a primeira edição dessa nova coluna. Comentários para ajustar o melhor formato serão muito bem-vindos.

Top 12 melhores vinhos do mês:

1º Vega Sicília Único Reserva Especial 2012, Vega Sicília, Espanha – disparado o melhor, abrir ou guardar (e se forem abrir, me chamem…kkk).

2º Carmen Gold Reserve 2010, Vina Carmen, Chile – abrir ou guardar.

3º Poggio di Sotto Brunello di Montalcino 2006, ColleMassari, Itália – abrir ou guardar.

4º Flaccianello Della Pieve 2001, Fontodi, Itália – abrir

5º Lota 2008, Vina Macul, Chile – abrir ou guardar mais 1 ano.

6º Almaviva 2000, Vina Almaviva, Chile – abrir

7º Guado Al Taso 2010, Antinori, Itália – vai evoluir muito, guardar.

8º Sassicaia 2010, Tenuta San Guido, Itália – injustamente teve a nota rebaixada pela avaliadora de Robert Parker, um absurdo, guardar..

9º Janzen Cabernet Sauvignon 2006, Janzen, USA – abrir

10º Gandolini Cabernet Sauvignon Las 3 Marias 2011, Gandolini, Chile – Melhor chileno pelo Descorchados 2017 fez jus a nomeação – guardar

11º Centenário 2008, Pedriel, Argentina – sou suspeito, adoro esse vinho, abrir.

12º Solaia 1996, Antinori, Itália – abrir urgente.

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Top 5 custo x benefício e indicações do mês:

1º RD Torrontes 2013, Bodega Tacuil, Argentina – Provavelmente na lista dos melhores do ano.

2º Gran Malbec 2014, Vinyes Ocults, Argentina – jovem e pronto e com um rótulo maravilhoso.

3º Quinta Generacion White, Casa Silva, Chile – na minha opinião melhor que o tinto.

4º Hedone Gran Reserva Syrah 2013, Lauri Viana – vinho de Walter Bressia, excelente por R$ 80.

5º Quinta da Gaivosa 2008, Domingos Alves de Sousa, Portugal – abrir ou guardar

 

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Top 3 piores vinhos ou decepções do mês:

1º Casillero Del Diablo Gran Vino 2015, Concha y Toro, Chile – famoso bonitinho mas ordinário, rótulo vintage lindo mas é um Casillero.

20180121_104456

2º Aussières Syrah – Mourvèdre 2011 – Chateau Aussières, França – Há três anos tinha dado 3,5 estrelas no Vivino, achei que o vinho teria evoluído mas quem evoluiu foi meu paladar.

3º Sauvignon Blanc Brut Nature, Dona Paula, Argentina – pela média de 3,8 estrelas no Vivino e pela indicação de um amigo sommelier esperava muito mais.

E janeiro foi assim! Saúde e bons vinhos!

6 comentários em “Top 20 – Janeiro 2018

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s