Algumas Curiosidades sobre o Cobos Volturno.

Olá amigos,

Quem é um grande fã de vinhos argentinos, como eu, com certeza também é um grande fã da Viña Cobos e provavelmente tem os seus principais vinhos como parte integrante da adega ou sonho de consumo. A Cobos surgiu da sociedade do casal argentino Andréa Marchiori e Luis Barraud com o californiano Paul Hobbs em 1997. Desde então tornou-se uma das vinícolas com mais renome na Argentina e com os vinhos mais pontuados entre os críticos.

 

Eu já provei algumas vezes os principais rótulos da vinícola e entre eles, o Cobos Volturno, é de longe o meu preferido. Talvez porque também o Cabernet Sauvignon, base de seu corte com uma porcentagem de Malbec, também seja uma das minhas uvas preferidas e principalmente os produzidos na Argentina e nos Estados Unidos, mais especificamente em Pedriel e Napa Valley.

2018-02-07_23.25.18

O Volturno está entre os três melhores vinhos argentinos que provei e por acaso ontem eu comprei uma garrafa da safra 2008 e me deparei com uma curiosidade: Nem sempre o nome do vinho foi Volturno!

20180207_231116

Um fato curioso:

Criado em homenagem a Don Nico Volturno Marchiori, patriarca da família Marchiori e pai de Andréia, sua primeira safra foi em 2005 e este vinho era anteriormente conhecido como ‘Corte uNico’, e às vezes era rotulado como ‘Nico’. Conforme as informações que obtive, devido a direitos autorais desses dois nomes, o vinho teve seu nome alterado e agora tem o segundo nome de Don Nico, Volturno.

Outras curiosidades sobre o vinho:

– Está entre os TOP3 vinhos mais prestigiados de Perdriel (com base nos resultados críticos).
– Este é o vinho tinto mais caro da região de Pedriel e o preço vem aumentando nos últimos dois anos. Está também entre os 10 vinhos mais caros da Argentina.

Safra

Corte Robert Parker

Wine Spectator

2005

63% Cabernet Sauvignon, 37% Malbec 98 93

2006

67% Cabernet Sauvignon, 33% Malbec

96

93

2008

82% Cabernet Sauvignon, 18% Malbec 98 94
2009 80% Cabernet Sauvignon, 20% Malbec 98

94

2010

77% Cabernet Sauvignon, 23% Malbec 92
2011 80% Cabernet Sauvignon, 20% Malbec 94

94

2012

97% Cabernet Sauvignon, 3% Malbec
2013 95% Cabernet Sauvignon, 5% Malbec

90

O vinho não foi produzido na safra de 2007.

9 comentários em “Algumas Curiosidades sobre o Cobos Volturno.

    1. Na vinícola costuma ser mais caro que em lojas na Argentina mas ainda assim será mais barato que no Brasil. O melhor lugar pra comprar é nas lojas da Fronteira (Puerto Iguazu ou Bernardo de Irigoyem).

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s