Comparando Preços de Vinhos em 8 Países Produtores

Olá amigos,

Sei que esse assunto não é novidade no Blog, mas ainda tenho esperanças que algo possa melhorar. No mínimo, deixo claro a vocês, que a melhor solução para abastecer a adega é passar um final de semana nos Estados Unidos ou Argentina, por exemplo. Com certeza, para comprar 16 garrafas de bons vinhos, incluindo todas as despesas de viagem, você gastará igual ou menos que no Brasil e ainda vai aproveitar o passeio.

Fiz um comparativo com vinhos de 8 países produtores, escolhendo um vinho de cada país e comparando seu preço nos demais. Infelizmente não consegui localizar o vinho em todos países, mas já mostrou um bom critério de análise. Todos os preços foram convertidos para US Dólar para facilitar a comparação. Quando a safra mencionada não estava disponível, adotei a subsequente ou antecedente.

Mais uma vez somos os grandes campeões, nada é mais caro que por aqui. Nem o próprio vinho brasileiro é mais barato no Brasil, mesmo com o frete para a Europa ou Estados Unidos. E mais uma vez eu digo que não são apenas os altos impostos que se cobra por aqui. Eu não consigo entender uma liquidação de 50 ou 60% como muitas lojas fazem. Isso mostra que a margem de lucro no preço cheio pode chegar a 100%.

tabela

Em todos os preços foram considerados os impostos para o pais local, lembrando que muitas vezes é possível para estrangeiros comprar vinhos com Tax Free.

E ainda tem outro detalhe, se formos comparar a renda per capita ou o salário mínimo do Brasil com a Europa e Estados Unidos a situação fica ainda mais desfavorável. Com certeza se os preços fossem mais justos, o consumo aumentaria e a arrecadação não teria impactos. Aliás esses preços abusivos geram perda de arrecadação pois cada vez mais o consumidor tende a buscar outras opções.

Caso alguém conheça os preços das colunas em aberto, por favor deixem uma mensagem nos comentários. Tão logo receba esses preços vou completar as colunas.

13 comentários em “Comparando Preços de Vinhos em 8 Países Produtores

  1. Sei exatamente o que é isso. Eu, minha esposa e minha filha acabamos de chegar dos USA e trouxemos nas malas 23 garrafas de vinho. Além da extensa quantidade de rótulos os preços são de cair o queixo. Deixamos guardadas mais 20 garrafas que pretendemos trazê-las numa próxima oportunidade. Belo post amigo!

    Curtido por 2 pessoas

  2. Lembrando que o valor que vemos na lojas do País de origem tem a margem da loja, o importado brasileiro paga menos que esse valor, pois tem acordos e compram em grande quantidade !!
    Um amigo compro garrafas de Caro(Catena/ rothschild) na promoção aqui no BR por 250reias, quase metade do preço da Argentina.
    Otima materia !!

    Curtido por 1 pessoa

  3. Outra excelente matéria amigo! Assino embaixo fácil!
    Estamos com uns amigos em Punta e não tem nem graça a comparação com preços daqui. E nem falei ainda dos free shops da fronteira.
    Num mercadinho aqui perto de onde estamos vinhos bons já custam metade do preço do Brasil e olha que a região de Maldonado não costuma ser lá muito barata.

    Curtido por 2 pessoas

  4. É realmente um abuso. E não é só pelo imposto. Lembro de 2 vinhos que aqui um custava 900 e o outro 450 reais, ambos Argentinos, e os encontrei nos Estados Unidos, naquela época, por 160 e 140 dólares respectivamente. Tem importador que se aproveita da situação para se posicionar muito acima da faixa de preço correta. Lembra do Gravas? Era vendido a preço de Carmín de Peumo faz alguns anos e hoje é vendido por 1/3 do preço. Foi só imposto? Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s