Lançamento do Guia Descorchados 2018

Olá,

Mal passou o evento do lançamento do Guia Descorchados, realizado dia 10/04/18 e já estou com saudades. Com certeza é um dos mais completos eventos de vinhos da América do Sul.

Uma pena que esse gigantesco evento seja realizado em um único dia. É impossível provar, conhecer e interagir com as mais de 100 vinícolas presentes no evento nesse curto período. Não houve tempo provar muitos dos rótulos que eu havia previamente escolhido, inclusive não provei nenhum dos vinhos brasileiros apresentados no evento. Como tenho viagens marcadas para Argentina, Chile e Uruguai acabei me dedicando um pouco mais em fazer contato com os produtores desses países.

Ainda esta semana vou postar as listas com os melhores vinhos degustados no evento mas inicialmente vamos falar dos pontos positivos e o que poderá ser melhorado para o próximo ano.

Pontos Positivos:

1. A qualidade dos vinhos

Este é sem dúvida o maior atrativo do evento. Poucas vezes temos a oportunidade de provar tantos vinhos excelentes no mesmo dia, fica difícil escolher por onde começar. Desde os mais renomados até grandes descobertas o Descorchados oferece vinhos para todos os gostos.

2. Espaço maior que o ano passado e horário estendido.

Quem foi no evento do ano passado sabe exatamente o que eu estou falando, estava lotado. Este ano com um espaço maior no espaço Villagio JK e com horários diferentes para a imprensa e profissionais da área e para o público, funcionou muito melhor.

3. Interação com os expositores.

O espaço contou com palestras e mesas especiais para as “conversas com vinho”, e facilitou bastante a interação entre o público e imprensa com os expositores. Tive oportunidade de conversar com diversos enólogos e produtores.

O que precisa melhorar:

1. Faltou água e pontos para alimentação.

Este é um problema recorrente do ano passado, se o problema de espaço foi resolvido a questão da água e da alimentação ficou ainda pior. Não parece complicado resolver mas a organização não tem se atentado a esse detalhe.

2. Será que era essa safra?

Alguns expositores colaram etiquetas com safras diferentes sobre os rótulos originais dos vinhos. Confesso que isso me deixou sismado por em alguns casos a diferença de safras era superior a quatro anos. Abaixo algumas fotos dos vinhos com a etiqueta colada e depois dela removida. Podem haver várias explicações para esse fato, vamos aguardar se algum produtor se manifesta sobre o assunto.

Agora é só esperar ansiosamente o evento de 2019, quem sabe em dois dias!!

12 comentários em “Lançamento do Guia Descorchados 2018

  1. Parabéns pelo texto, Sitta! Concordo com os pontos abordados. Vale ressaltar a atitude despreparada e sovinice de alguns expositores em negar uma segunda dose de experimento de seu vinho e ainda justificar que “trouxe garrafas contadas ao evento”. Caso de uma senhora loira servindo no estande da Bodega Rutini e o desdém na Zuccardi. Senti vergonha alheia….Acredito não ser a postura de Bodegas tão importantes como estas. Lembro que o evento era “Pago”.

    Curtido por 1 pessoa

  2. Muito boa sua explanação. Concordo com tudo dito por vc Sitta. Só acrescento que água e troca de safras é algo muito sério. Observei vários pessoas bem alcoolizadas. Acredito que a oferta de água em todos os estandes deve ser pensado como fundamental e obrigatório.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Que legal! Espero um dia poder ir também. Mesmo sem ter ido parece que um dia só é mesmo muito pouco. Acho que três ou quatro seriam muito melhores e poderiam atrair mais gente, talvez segmentando os dias para públicos específicos: sommeliers, comerciantes ou distribuidores, enófilos e público em geral.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Acho que água e comida são importantes, mas se controlar para beber também … o caso das etiquetas é muito estranho … será que são vinhos que ainda estão barricados? Ou os produtores utilizando garrafas vazias que sobraram de safras anteriores para não diminuírem as ofertas das garrafas atuais?? Qualquer que seja a razão, de fato é estranho.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Mazon.
      Provavelmente não havia a safra premiada disponível. Não dá pra saber exatamente mas se fosse isso melhor apresentar a safra anterior na minha opinião.

      Curtir

  5. Sinistro…..avise assim que souber alguma coisa. Vou tentar ver se alguém tem ideia. Nao da mesmo para entender….se bem a safra 2015 esta considerada como excelente para o CS eu prefiro beber um Altair 2011 que um 2015. Abraco

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s