Top 20 – Julho 2018

Amigos,

Mais uma edição da nossa coluna mensal dos Top 20 vinhos do mês, com as dicas de evolução das safras, as dicas de custo x benefício e os vinhos que decepcionaram. A lista do mês passado está no link a seguir: Top 20 – Junho 2018

Com certeza, desde o início desta postagem, esse foi o mês mais difícil de eleger os melhores do mês. Alguns vinhos que ficaram fora da lista, como o Don Melchor 1994, estariam como os melhores em muitos dos meses anteriores. Um mês bastante especial onde inclusive tive a oportunidade de provar o “número 1” da minha Wish List, o Opus One.

A Wish List completa está no link abaixo:

Wish List e a Lei da Atração

Top 12 melhores vinhos do mês:

1. Opus One 1997, Opus One, USA – era o número 1 da Wish List, vinho incrível que pode ser aberto ou guardado.

2. Vega Sicília Único Reserva Especial 2014, Vega Sicília, Espanha – blend das safras 1994, 1995 e 2000, abrir ou guardar.

3. Almaviva 2012, Viña Almaviva, Chile – guardar.

4. Tignanello 2000, Antinori, Itália – absolutamente no auge, abrir ou guardar.

5. Georges de Latour Private Reserve Cabernet Sauvignon 1997, BV, USA – abrir.

6. Pauillac Gran Cru Classe 1978, Chateau Lynch-Bages, França – abrir.

7. Colheitas Antigas 2003, Mouchão, Portugal – abrir.

8. Malbec Argentino 2008, Bodega Catena Zapata, Argentina – abrir ou guardar.

9. Entity 2010, John Duval Wines, Austrália – abrir ou guardar.

10. Dominus 2009, Dominus Estate, USA – muito jovem, guardar por 10 anos.

11. Gran Estirpe Malbec 2014, Clos de Chacras, Argentina – guardar, mas pode abrir.

12. Malabrigo 2011, CEPA 21, Espanha – muito pra evoluir, guardar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Top 5 custo x benefício e indicações do mês:

1. Chaski 2014, Perez Cruz, Chile – R$ 115,00 – no Wine Show.

2. Victoria Geisse Extra Brut Rose 2016, Cave Geisse Brasil, R$ 89,90 na Casa Sagres.

3. Gran Reserva 2015, Bodegas Septima, Argentina – R$ 115,00 no Wine Show.

4. Ysern Gran Reserva 2014, Bodegas Carrau, Uruguai – R$ 96,90 na Casa Sagres.

5. Chardonnay 2014, Batalha, Brasil – R$ 65,00.

Top 3 piores vinhos ou decepções do mês:

1. Labrusca Rosso 2015, Lini 910, Itália – Lambrusco sem nenhum apelo.

2. Bordeaux 2016, Calvet, França – nem harmonizando melhorou, desbalanceado.

3. Zinfandel 2013, Gravelly Ford, USA – não é ruim mas não vale R$ 130 nem de longe.

Nova lista no final de Agosto, abraços a todos!!

3 comentários em “Top 20 – Julho 2018

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s