Regras para Transporte de Vinhos em Viagens Aéreas.

Amigos,

Um assunto que gera muitas dúvidas, mesmo nos viajantes frequentes, são as regras para transporte de bebidas alcoólicas (no caso deste Post vinhos) durante os vôos, tanto na bagagem de mão quanto na bagagem despachada.

Então, aqui segue um breve resumo das regras vigentes determinadas pelos Órgãos Reguladores e praticas usuais nas companhias aéreas. Para facilitar a compreensão vamos separar em vôos domésticos e internacionais.

Vôos Domésticos:

a) Na bagagem de mão.

O passageiro poderá levar até 5 litros de bebida (em recipientes com capacidade de até 1 litro cada) com até 70% de graduação alcoólica por volume. A bebida deve estar com lacre de fábrica e pode ser transportada na bagagem de mão.

Ou seja, podemos levar 6 garrafas de vinho de 750 ml ou 12 garrafas de vinho de 375 ml. Não é possível levar garrafas Magnum pois elas tem 1,5 litros.

OBS: Pelas regras da ANAC, o peso mínimo da bagagem de mão é de 10 kg, mas as dimensões da bagagem de mão são definidas e informadas aos passageiros pelas empresas aéreas. A empresa aérea poderá restringir o peso e o conteúdo da bagagem de mão por motivo de segurança ou de capacidade da aeronave. Verifique sempre no contrato de transporte a franquia de bagagem de mão que poderá ser levada.

b) Na bagagem despachada.

Em teoria, desde que bem embalados, dentro da mala ou em embalagens especiais, o limite é o peso da franquia contratada.

Explicando melhor, se você tem direito a uma mala de 23 kilos, você poderia levar cerca de 12 garrafas de vinho (o peso aproximado de cada garrafa de 750 ml é 1,7 kilos). Obviamente passageiros frequentes podem ter direito a bagagem extra (eu tenho três malas de até 23 kilos pelo programa Smiles Diamante da GOL) ou bagagens extras podem ser compradas.

Eu costumo transportar meus vinhos em caixas de papelão (2 caixas de 6 vinhos cada), com boa proteção entre as garrafas, inclusive usando roupas, e embaladas no plástico stretch do aeroporto. Via de regra as 12 garrafas variam entre 19 e 22 kilos.

mala 3

Vôos Internacionais (partindo do Brasil)

a) Na bagagem de mão.

Não é permitido.  Líquidos em frascos acima de 100 ml não podem ser transportados, mesmo se o frasco estiver parcialmente cheio.

b) Na bagagem despachada.

Da mesma forma que nos vôos nacionais o limite é teoricamente a franquia de bagagem mas é FUNDAMENTAL consultar as regras alfandegárias do país destino para entrada de bebidas alcoólicas.

Exemplos: No Chile é permitido apenas 2,25 litros (3 garrafas) e no Canadá apenas 1,5 litros (2 garrafas).

Vôos Internacionais (chegando ao Brasil)

a) Na bagagem de mão.

A regra depende do aeroporto de origem mas na grande maioria dos casos é proibido transportar líquidos acima de 100 ml.

Entretanto há exceções:

Aeroporto de Santiago: em vôos para o Brasil você pode levar vinhos na bagagem de mão desde que eles estejam dentro da mala. A regra não é clara na quantidade e em teoria você pode levar o que couber na mala (o que eu não recomendo). Como experiência pessoal eu já embarquei diversas vezes com 6 garrafas por pessoa, mas as companhias aéreas informam 4 garrafas por pessoa. A regra pode ser consultada no link a seguir: Regras de viagem – Aeroporto de Santiago. Em vôos para a Europa e para os Estados Unidos não é permitido, vale o limite de 100 ml para líquidos.

Aeroportos da Argentina: pode-se trazer até 5 litros (ou 6 garrafas de vinho de 750 ml) na bagagem de mão em vôos diretos para o Brasil. Isso vale não somente para o Aeroporto de Mendoza, como para os demais aeroportos da Argentina (Buenos Aires, Rosário, Cordoba, por exemplo). Inclusive se você fizer conexão para o Brasil pelos aeroportos de Buenos Aires: Aeroparque ou Ezeiza. Entretanto os vinhos devem estar dentro de um único volume (mala ou caixa).

b) Na bagagem despachada.

São dois pontos que você deve observar. O primeiro é a regra aduaneira brasileira que permite a entrada de até 12 litros (16 garrafas de vinhos de 750 ml) por pessoa ou o limite de US$ 500. O segundo ponto é a franquia de bagagem da sua companhia aérea pois poderão ocorrer cobranças extras pelo excesso de bagagem.

Dai cabe avaliar o que é mais interessante. O custo médio de uma bagagem extra de 23 kilos nas companhias aéreas brasileiras para vôos internacionais é de US$ 90.

 

 

Outra pergunta importante para quem transporta vinhos: Despachei um objeto frágil na minha bagagem e ele foi danificado durante o transporte. Tenho direito ao ressarcimento do prejuízo?

A regra diz o seguinte: eventuais ressarcimentos por danos causados a itens frágeis despachados seguem as regras estipuladas no contrato de transporte. Por isso, é importante ler o contrato antes de comprar a passagem.

Fontes:
http://www.anac.gov.br/perguntas-frequentes/passageiros/bagagem
https://www.nuevopudahuel.cl/consejos-para-un-viaje-seguro

21 comentários em “Regras para Transporte de Vinhos em Viagens Aéreas.

    1. Gabriela.
      Mas os vinhos foram comprados no Duty Free de lá ou você conseguiu passar com eles na alfândega?
      Eu não sabia que podia passar pela alfândega.

      Curtir

      1. Oi Rodrigo!

        Não, passamos uns dias em Mendoza e paramos em Buenos Aires para passar o final de semana. Separamos os vinhos de guarda nas malas de mão, mas já no desembarque em Bue procurei me informar com a empresa aérea que confirmou que poderia levar até 6 garrafas por pessoa na mala de bordo.

        Sempre voltamos abastecidos de lá rs

        bjs

        Curtido por 1 pessoa

  1. Bom post Rodrigo. Na real eh uma bagunca o tema na America do Sul….nao tem regra clara. Mas curti o separador de isopor da caixa….aonde voce conseguiu? Preciso de uma dessas. Abraco

    Curtido por 1 pessoa

  2. Ótima matéria Sitta! Pesquisei sobre esse assunto a duas semanas atras! Também viajo bastante para Argentina mas nunca tentei trazer vinhos na mala de mão… vou tirar essa dúvida na próxima viagem! 🍷🍷🍷

    Curtido por 1 pessoa

      1. Eu e minha esposa chegamos essa semana da Argentina, fomos de Mendoza pra Ezeiza pela Aerolineas e depois de Ezeiza pra BH pela Azul, com duas caixas de 6 garrafas como bagagem de mão e algumas garrafas entre as roupas na mala. Não tivemos nenhum problema com as companhias aéreas.

        Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s