Ornellaia – Curiosidades e Degustação Vertical

Olá,

Na última quinta-feira, dia 09 de maio, realizamos mais um evento do Blog! Desta vez uma degustação vertical de 8 safras de um dos mais renomados vinhos da Itália, o Ornellaia da vinícola de mesmo nome. Dada a importância deste vinho e da vinícola, já existe dois posts anteriores sobres eles aqui no Blog e os links estão a seguir:

Ornellaia e seu Espetacular Marketing

Ornellaia e Masseto – Excelência em Supertoscanos

O evento, que além da degustação contou com um jantar de 4 tempos, aconteceu no restaurante Casa Santo Antonio, em São Paulo, pelo valor de R$ 1.500 por participante.

 

Curiosidades sobre o vinho.

– A Ornellaia foi fundada pelo Marquês Lodovico Antinori, da família Antinori, um dos maiores produtores de vinho na Itália, com a ajuda do enólogo Tibor Gál. A propriedade é adjacente a Tenuta San Guido, produtora do Sassicaia, que é considerado o original “Super Tuscan”. A fundação da vinícola se deu como uma resposta de Lodovico Antinori à Sassicaia, de seu primo Nicolò Incisa, e a Solaia de seu irmão mais velho, Piero Antinori.

– Os primeiras vinhas da propriedade foram plantadas em 1981, produzindo a primeira safra em 1985.

– Ludovico estava convencido que em um terroir com a brisa do mar, num clima com temperaturas quentes, com uma mistura de calcário, argila e solos arenosos poderia produzir vinhos para rivalizar com os californianos do Napa Valley. Então, contratou como enólogo o russo conhecido como pai do Cabernet da Califórnia, André Tchelistcheff.

– A partir de 1991 Michel Rolland passou a também prestar serviços como consultor, no lugar de Tchelistcheff que falaceu em 1994.

– Em 1999 o americano Robert Mondavi adquiriu uma parcela minoritária da Ornellaia e três anos após acabou comprando o restante da propriedade e teve início em 2002 uma parceira dos Mondavi com a família italiana Frescobaldi.

– Já em 2003 a gigante americana Constellation Brands adquiriu a totalidade do grupo Robert Mondavi, incluindo logicamente a Ornellaia.

– Em abril 2005 a Frescobaldi compra os restantes 50% da Ornellaia da americana Constellation Brands.

– Até a safra de 2002 o vinho era um corte de Cabernet Sauvignon, Merlot e Cabernet Franc, a partir de 2003 acrescentou-se o Petit Verdot. Abaixo a tabela das uvas e maturação do vinho em todas as safras:

Ornellaia safra

Degustação Vertical.

Durante o evento degustamos as safras 1991, 1993 e 1995, 1999, 2000, 2004, 2008 e 2011. Dividimos em 3 flights:
1º Flight – 1991, 1993 e 1995;
2º Flight – 1999 e 2000;
3º Flight – 2004, 2008 e 2011

20190509_234256

Ornellaia 1991: Ficou em quarto lugar no geral empatado com a safra 2004. O mais velho de todos com quase 30 anos estava em ótimas condições e ainda bastante vivo apesar de notas secundárias e terciárias no nariz. Em boca boa acidez e notas de alcaçuz e cedro. Final prolongado.

Ornellaia 1993: Ficou em oitavo lugar e era o único notadamente abaixo dos demais. Mesmo assim um vinho acima da média.

Ornellaia 1995: O grande campeão da noite, foi o primeiro para mais da metade dos presentes e esteve entre os três melhores para todos. Um vinho fora de série, bastante equilibrado e aveludado em boca. Combina elegância com a potência de um super-toscano com largo final.

Ornellaia 1999: O segundo lugar no geral. Tem 20 anos e poderia ser guardado com tranquilidade por mais 10 anos apesar de que na minha opinião está muito próximo do auge. Taninos firmes e bastante encorpado.

 

Ornellaia 2000: O sétimo lugar no geral estaria tranquilamente como um dos melhores vinhos de muitos meses nas habituais listas do Blog. Um pouco menos aromático que os demais e com notas de fruta madura e cacau no nariz e na boca. Final firme e potente.

Ornellaia 2004: Ficou em quarto lugar no geral empatado com a safra 1991. O primeiro que provamos com Petit Verdot no corte. Mostrou que ainda tem muitos anos pela frente e ainda deve evoluir, mesmo após 15 anos em garrafa.

Ornellaia 2008: Apesar de ter ficado em sexto lugar no geral, na minha opinião foi o terceiro. Estava vivíssimo e bastante potente (uma característica que me agrada bastante), para aqueles que gostam de vinhos com essa característica, é a hora perfeita para abrir.

Ornellaia 2011: Ficou em terceiro no geral, mostrando como apontando pelo confrade Helio Zveibil, uma tendência mundial de vinhos cada vez mais prontos para consumo quase imediato. Aromas de frutas vermelhas, chocolate e baunilha. Em boca é potente e aveludado com taninos macios e notas de cacau e especiarias. Final longo e marcante.

 

Em breve novos eventos do Blog!

Referências:
http://www.ornellaia.com

 

 

 

 

 

 

 

Anúncios

3 comentários em “Ornellaia – Curiosidades e Degustação Vertical

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s