5 Conselhos para Marketing de Vinhos Durante a Pandemia

Amigos,

Acompanhando diversas notícias e pesquisas no Brasil e no mundo, tudo aponta para um significativo crescimento nas vendas de vinhos (e provavelmente no consumo) durante a pandemia causada pelo COVID-19.

Como Ajudar a Comunidade Vinícola Durante o COVID-19.

Na minha opinião isso não é uma surpresa, é apenas uma migração dos gastos com diversão, que antes eram em restaurantes, bares, cinemas e viagens para o vinho como uma forma de distração e terapia social.

Marketing2

Mas com certeza nem todos os “Wine Dealers” navegam por essas águas calmas, principalmente pela gigantesca pressão provocada pelo aumento do dólar e por muito dos custos logísticos. Então, aproveitando um texto da Wine Intelligence, seguem conselhos para cinco áreas de foco a serem consideradas pelos profissionais de marketing de vinhos:

1. Foco nas principais marcas

Durante períodos de estresse, agitação e crise econômica, os consumidores tendem a buscar ao que é familiar, pois nos faz sentir “mais seguros”. Isso é particularmente verdadeiro quando realizar boas compras se torna mais desafiador e é necessário mudar para novos canais de compra (por exemplo, online).

Análise da compra por marca, durante recessões anteriores, mostraram que marcas de participação de mercado tendem a ganhar nesses vezes. É hora de suspender o desenvolvimento de novas marcas ou nichos de mercado, que podem distrair o consumidor, e focar no que sabemos funciona bem!

+ As Marcas de Vinho Mais Admiradas no Mercado Brasileiro.

2. Oportunidade de inovação ágil e NPD que foca em benefícios relevantes.

Paralelamente ao foco nas principais marcas (conforme exposto acima), sempre há oportunidade para selecionados NPD (new-product development) e inovação.

Técnicas de NPD podem ser eficazes pois se concentram em ajudar consumidores, em tempos de recessão, e resolvem problemas imediatos, como embalagem mais conveniente e econômica com formatos adequados e atividades de engajamento on-line. Colaboração com concorrentes, em um ambiente em que a legislação da concorrência vem sendo ajustado, também pode abrir novas oportunidade.

3. Continue investindo em marketing – é mais eficaz agora (e particularmente durante a recessão) do que antes.

À medida que as empresas cortam os gastos com marketing, cada real que é gasto se torna mais eficaz, pois proporciona uma parcela proporcionalmente maior de visibilidade entre um valor gasto total que foi reduzido em uma determinada categoria.

Isso resulta nesse gasto sendo mais eficaz do que nunca, com estudos mostrando que  quando todas as coisas são iguais, uma marca cuja visibilidade seja maior que a sua participação no mercado, é mais provável que ela ganhe participação de mercado. Ou seja, aumentar a visibilidade leva a maior participação de mercado no longo prazo, mantendo-se verdadeiro também durante períodos de recessão.

4. Pense local

Em tempos de estresse, nossa tendência como humanos é  reverter nosso foco para nosso local (bairro, cidade, país) e isso é ainda mais verdadeiro agora em uma situação de isolamento e restrições de movimento.

Os consumidores locais têm a possibilidade de comprar direto com mais facilidade, visitas mais freqüentemente ao comércio local, visto as restrições de movimento adotadas, e sentem o envolvimento para apoiar marcas que estão mais perto de casa.

Marketing3

5. Cuidado com promoções e descontos

Haverá muitas discrepâncias de preço e promoções de curto prazo, mas fixar marcas a preços mais baixos irá mantê-las lá, causando a longo prazo questões de viabilidade.

Embora estes sejam tempos difíceis para muitos, os consumidores continuarão a acreditar em deleites, ‘mini-recompensas’ e todos os luxos do dia a dia em tempos de recessão, com vinho permanecendo um deleite e uma recompensa, se custa R$ 50 ou R$ 500.

Voltaremos a esse assunto em breve. Bons vinhos e boas vendas a todos!

Fontes:
https://www.wineintelligence.com/marketing-wine-during-and-after-covid-19/

 

4 comentários em “5 Conselhos para Marketing de Vinhos Durante a Pandemia

  1. Ótima matéria Sitta. Meu consumo por exemplo aumentou muito mesmo. O grande problema realmente tem sido encontrar vinhos que gostamos por preços atrativos, já que a alta do dólar e fechamento de fronteiras, só nós atrapalhou nesse quesito. Mas seguimos em frente, sempre com uma taça a mão! Abs amigo!

    Curtido por 1 pessoa

  2. Muito bom Rodrigo, acho que todos estamos consumindo mais vinho nesta época. Bom conselho comprar vinho e se abastecer porque com a falta de exportação, o preço dos vinhos aumentará com certeza
    Aqui em Mendoza, hoje as vinícolas tem bons descontos para compra de vinhos.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s