Produção Chile 2020 – Menor mas Melhor

Após uma colheita difícil e assombrosa, devido a restrições de mobilidade e a decisão de acelerar a colheita com viticultores “armados” com máscaras faciais e álcool em gel, a boa notícia é que os produtores chilenos esperam produzir vinhos de melhor qualidade durante a pandemia.

Com um mercado mundial contraído devido ao fato de a maioria dos bares, restaurantes e hotéis estarem fechados ou operando com menor capacidade, uma produção menor mas de maior qualidade, é uma notícia positiva para o Chile, o quarto maior exportador de vinho do mundo.

Os Melhores Vinhos Chilenos de 2020 por Tim Atkin.

Diferentemente do hemisfério norte, a pandemia surpreendeu o Chile e o restante dos países produtores de vinho do sul do Cone no meio da colheita, que ocorre entre o final de fevereiro e abril, época que se revelou complexa e até certo ponto inesquecível, de acordo com o relato de vários enólogos consultados pela AFP.

Os produtores chilenos tiveram que superar as restrições sanitárias desde março e avançar a colheita devido ao rápido amadurecimento da uva, causado pela seca e pelas inesperadas geadas que caíram no final do ano passado, quando o verão no sul começou.

Com um primeiro caso de coronavírus registrado no país em 3 de março, os viticultores tiveram que tomar medidas sanitárias extremas entre os trabalhadores, com o uso de máscaras e álcool em gel, lavagem das mãos e distanciamento físico, além de adiantar em algumas semanas o final da colheita, com resultados surpreendentes.

Chile2

“A colheita pôde ser concluída sem nenhuma dificuldade e, de fato, foi uma colheita muito boa, com menos volume, mas de muito boa qualidade e boas notícias”, explicou a AFP, Angélica Valenzuela, diretora comercial da Wines of Chile, que reúne a maioria das vinícolas chilenas.

“Os vinhos da safra 2020 darão muito o que falar, devido à sua expressão, concentração e ótima qualidade”, indicou o reporte da safra da vinícola Cono Sur.

Menos mas melhor:

A menor produção melhorou a qualidade das uvas, devido à maior aeração dos cachos, melhor exposição ao sol e maturidade mais homogênea, o que permitirá que as vinhas produzam vinhos tintos com condições muito adequadas para guarda.

No caso dos brancos, eles virão muito aromáticos.

Estima-se uma queda na produção de 20% para este ano (em comparação com 2019) e  também uma queda nas exportações entre 10 e 20%, afetadas pela menor demanda da China, seu maior mercado. A safra de 2020 pode ter como objetivo buscar melhores preços para os vinhos de melhor qualidade, no que concordam os especialistas.

Chile3

Com 75% da produção destinada ao mercado internacional, as vinhos chilenos sofreram um forte golpe quando a China decidiu em janeiro suspender a celebração do Ano Novo (um feriado popular onde a maior quantidade de vinho chileno é vendida), devido ao coronavírus, que que deixou a maioria das vinícolas locais com um estoque maior que o esperado.

“Há um certo grau de positivismo de que o estoque pode ser armazenado por um ano em tanques. Mas como esse estoque está se cruzando com a colheita de 2020, esse vinho deve ser engarrafado em breve e sem rótulo até que as vinícolas recebam pedidos de compra”, disse Max Morales, consultor de marketing do Andes Wines, um site especializado em vinhos.

“Algumas dessas garrafas que não foram vendidas na China, foram vendidas nos meses seguintes (abril e maio). O que não pode ser vendido é salvo para venda nos meses seguintes. Nada está perdido! ”, Disse Carlos Serrano, diretor comercial da Viña Montes.

Diversificar mercados

Vinícolas com a espanhola Miguel Torres, estabelecida no Chile desde 1979, conseguiram reativar suas vendas para o mercado chinês entre março e maio e redirecionaram suas vendas para mercados que enfrentaram a pandemia com bons resultados, como Canadá e Bélgica, disse Jaime Valderrama , diretor geral da bodega.

Com seus clientes trancados em casa, as vinícolas também diversificaram suas vendas pela Internet para o mercado local, com degustações virtuais de vinhos e maior desenvolvimento do comércio eletrônico.

“Estamos reorientando nossa estratégia comercial para nos adaptar ao que há de novo e vamos fazer mais comércio eletrônico com vinho nos Estados Unidos”, disse Jorge Matthei, gerente comercial da Viña Folatre.

Guia Descorchados 2020 – Preview do Chile

No Chile, onde o coronavírus atinge mais de 225.000 infectados e mais de 3.800 mortes, as vendas nos supermercados também foram reforçadas, apesar do fato de que antes do vírus esse setor havia sido atingido pelos distúrbios sociais que forçou o fechamento de grande parte do comércio.

Fontes:
https://primicia.com.ve/especiales/productores-chilenos-esperan-tener-mejores-vinos/

2 comentários em “Produção Chile 2020 – Menor mas Melhor

  1. Interessante como essa pandemia mexeu com os costumes dos consumidores de vinhos não só no Chile, mas também em todos os polos produtores, e, como consequência, não teve outro jeito, trouxe a reboque algumas mudanças radicais nas estratégias e relações comerciais até outrora existentes..
    Resultado: consumidor no isolamento social reinventando a maneira de adquirir e consumir vinhos, produtor acompanhando tendências e também se reinventando.
    Parabéns Sitta pelo artigo!
    Grato pela partilha!

    Curtir

  2. Guardar garrafas sem rótulo me pareceu uma atitude, digamos, no mínimo, hã, intrigante. Talvez seja por causa dos chineses…
    Mas isso exibe uma postura para compensar nos preços a perda de volume. Que só vingará de fato se houver a prometida qualidade e melhora na demanda.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s