Masterclass Guia Descorchados 2020

Olá,

No dia 14/09 tive a oportunidade de participar do Masterclass de lançamento do Guia Descorchados 2020, realizado no restaurante Praça São Lourenço e organizado pela Revista Adega. 

O evento presencial que contou com a participação de 20 jornalistas, influencers e blogueiros, teve a degustação de 19 vinhos selecionados pelo idealizador do Guia, Patricio Tapia, com a participação dos produtores, cada qual de seu país, e do Patrício, diretamente do Chile, em um telão via vídeo-conferência e foi transmitida ao vivo para todo o público através do Youtube da TV Adega e do Instagram @revistaadega. 

IMG-20200914-WA0072

Foi uma noite de gala, em um evento extremamente organizado, didático e que nos permitiu trocar idéias e obter informações diretamente com os produtores. Modelo esse que poderia ser aproveitado nos próximos anos.

Obviamente que é necessário voltar o evento em seu formato original, voltado ao grande público, até porque são mais de 3.000 vinhos no Guia e só pudemos provar 19 deles. Mas, as boas práticas podem ser aproveitadas, e pode-se manter esse formato em paralelo ao evento tradicional. As aglomerações dos últimos eventos foram o ponto negativo e isso precisa ser melhorado.

Os Vinhos do Masterclass:

Durante os três dias de evento, foram realizadas 9 sessões distintas, cada qual com vinhos diferentes. Na sessão que participei, entre os 19 vinhos do flight, haviam rótulos do Brasil, Chile e Uruguai. Não havia rótulos da Argentina.

Cada produtor tinha 8 minutos para apresentar seu vinho e responder a eventuais perguntas dos presentes. Modelo esse que funcionou perfeitamente.

Na sequência, falarei brevemente sobre cada um dos 19 vinhos degustados e farei uma comparação entre a nota do Guia e minha avaliação pessoal. Em alguns vinhos houve significativa diferença.

1. Aurora, Aurora Pinto Bandeira Método Tradicional Extra Brut N.V., Brasil – conforme William Paim, o vinho é um corte de 60% Chardonnay, 30% Pinot Noir e 10% Riesling vinificados separadamente e estagiam 6 meses sobre as borras antes do corte final e como um extra-brut tem aproximadamente 5 g/l de açúcar residual.
Nota Descorchados – 90 pontos.
Nota V3 – 88 pontos. 

2. Família Deicas, Prelúdio Blanco 2019, Uruguai – participou o enólogo Santiago Deicas que nos contou que a primeira safra deste vinho foi em 2004, e trata-se de um corte de uma maior parte de Chardonnay com pequena parcela de Viognier, produzido com leveduras selvagens e sem anídrido sulfuroso. Na minha opinião um dos melhores vinhos brancos da América do Sul com longo potencial de guarda.
Nota Descorchados – 93 pontos.
Nota V3 – 93 pontos.

Família Deicas – Degustação e Novidades

3. Tabalí, Tanilay Pai 2018, Chile – nos falou Felipe Muller, um dos mais prestigiados enólogos chilenos da atualidade. Esse 100% Pinot Noir é proveniente de um solo de estrutura calcária, muito próximo ao mar e passa 12 meses em carvalho francês usado e a produção total foi de 6.000 garrafas. Destaque à mineralidade do vinho que se sobrepõe a fruta, boa estrutura tânica e final persistente. Foi um dos melhores do evento e esta eleito como o melhor Tinto do Chile no Guia.
Nota Descorchados – 98 pontos.
Nota V3 – 94 pontos.

4. Miolo, Miolo Cuvée Giuseppe 2018, Brasil – apresentado por Lourenço Pedrotti, vinho vegano produzido em homenagem ao patriarca da vinícola, com 60% Merlot e 40% Cabernet Sauvignon da melhor safra dos últimos 30 anos da Miolo. Passa 12 meses em barril de carvalho. Um corte interessante com bom potencial de evolução, e conforme o próprio enólogo, está mais pronto que as safras anteriores.
Nota Descorchados – 90 pontos.
Nota V3 – 89 pontos.

5. Bouchon, REMIX By Las Mercedes 2018, Chile – apresentado por Christian Sepúlveda, uvas do Maule, de solo granítico, corte de 55% Carignan, 30% Syrah, 10% Garnacha e 5% Cinsault (Vale de Itatá), bastante mineral, com 13,0% de graduação alcoólica.
Nota Descorchados – 94 pontos.
Nota V3 – 90 pontos.

6. Koyle, Cerro Basalto Mediterrâneo, Chile – apresentado por Toti Undurraga, produzido a partir de vinhedos biodinâmicos, em Los Lingues, solo basáltico, corte de 40% Monastrell, 20% Carignan, 35% Garnacha e 5% Syrah, envelhecidos separadamente por 12 meses sendo a Monastrell e a Syrah em barris de 500 litros, a Carignan em foudres de 18 hL e a Garnacha em ovos de concreto de 17 HL. A maior surpresa do evento, encorpado e equilibrado, aromas de frutas negras e especiarias, notas de oliva, muita complexidade e largo final.
Nota Descorchados – 96 pontos.
Nota V3 – 95 pontos.

7. Terranoble, Disidente Syrah Tempranillo 2018, Chile – quem nos contou sobre o vinho foi Marcelo Garcia, corte de 74% Syrah e 26% Tempranillo de vinhedos em zonas costeiras, com notas acentuadas de azeitona e boa mineralidade, com taninos firmes e boa amplitude em boca. 
Nota Descorchados – 92 pontos.
Nota V3 – 90 pontos.

8. Odfjell, Aliara 2014, Chile – apresentado por Arnaud Hereu, corte de 49% de Carignan de vinhedos centenários, 22% Malbec, 14% Syrah e 15% Cabernet Sauvignon, com passagem em carvalho por até 24 meses, bastante potente, ótima acidez, aromas de frutas negras e café, em boca baunilha e amoras, final aveludado. Outro dos grandes rótulos da noite.
Nota Descorchados – 94 pontos.
Nota V3 – 94 pontos.

Viña Odfjell – Vinhos Orgânicos e Biodinâmicos.

9. Baron Philippe de Rothschild, Escudo Rojo Origine 2018, Chile – apresentado por Emmanuel Riffaud, uvas do Maipo Alto, 100% Cabernet Sauvignon, passa 12 meses em carvalho francês (30% novo), notas de chocolate e um leve pimentão que não chega a incomodar. Interessante provar daqui 10 anos.
Nota Descorchados – 94 pontos.
Nota V3 – 89 pontos.

10. Viu Manent, Gran Reserva Cabernet Sauvignon 2018, Chile – explicado por Patrício Celedón, uvas Cabernet Sauvignon de solo aluvial, onde buscou-se a fruta, com 81% do vinho passando por madeira. Um Gran Reserva chileno tradicional, sem grandes atributos.
Nota Descorchados – 93 pontos.
Nota V3 – 87 pontos.

11. Tarapacá, Gran Reserva Etiqueta Negra Cabernet Sauvignon 2017, Chile – apresentado por Sebastián Ruiz, um vinho Cabernet Sauvignon de larga tradição no Chile que se mantém em grande forma. Vale observar que a nota do Guia 2020 é para a safra 2018 e a safra apresentada na degustação foi a 2017.
Nota Descorchados – 94 pontos (safra 2018).
Nota V3 – 93 pontos (safra 2017).

12. Cousiño Macul, W 2016, Chile – vez de Rosário Palma, que explicou que o vinho é produzido através de uvas do Maipo Alto, 100% Cabernet Sauvignon dos melhores plots e passa cerca de 12 meses em carvalho francês (50% novo) e mais 12 meses em garrafa, apresenta taninos firmes, notas de café e cacau, boa estrutura e final de boa persistência.
Nota Descorchados – 96 pontos.
Nota V3 – 92 pontos.

13. Bodega Bracco Bosca, Gran Ombú Cabernet Franc 2019, Uruguai – foi a vez de Fabiana Bracco falar desse 100% Cabernet Franc, uva que vem fazendo muito sucesso também no Uruguai, aromas levemente herbáceos, em boca é macio e equilibrado, com taninos polidos e algumas notas de menta e frutas vermelhas e final persistente. Produção de apenas 900 garrafas.
Nota Descorchados – 94 pontos.
Nota V3 – 93 pontos.

Bracco Bosca Winery

14. El Capricho Winery, Aguará Tannat Blend 2018, Uruguai – apresentado por Javier Alegresa, apesar do nome, trata-se de um corte de 45% Tannat, 40% de Cabernet Sauvignon e 15% de Tempranillo, feito somente em safras excepcionais, vinificados em separado, com taninos firmes, notas de cedro, ervas, cacau, coco e chocolate, final potente e levemente adstringente. 
Nota Descorchados – 93 pontos.
Nota V3 – 90 pontos.

15. Bodega Pizzorno, Select Blend Reserva 2017, Uruguai – apresentado por Francisco Pizzorno, é corte de 50% Tannat, 30% de Cabernet Sauvignon e 20% Malbec, cada variedade estagia 12 meses em carvalho e após o blend final, retorna ao carvalho por mais 6 meses. Vinho de média complexidade, notas de couro e cacau, em boca tem taninos firmes, notas marcadas de fruta vermelha e final médio.
Nota Descorchados – 92 pontos.
Nota V3 – 90 pontos. 

16. Emiliana, Gê 2016, Chile – explicado por Noelia Orts, nessa safra o corte é 50% Syrah, 35% Carmenere e 15% de Cabernet Sauvignon, um vinho incrível que teve sua primeira safra em 2003. Com fermentação de forma espontânea, o vinho é envelhecido por 9 meses parte em barricas de carvalho e parte em ovos de concreto e após o blend final passa mais 8 meses também em barricas e ovos. Grande complexidade, médio corpo, notas de frutas vermelhas e negras, especiarias, chocolate e baunilha. Final longo e aveludado. Vai evoluir muito em alguns anos.
Nota Descorchados – 95 pontos.
Nota V3 – 95 pontos. 

17. Montes, Montes Alpha M 2016, Chile – apresentado por Aurélio Montes Jr., um dos principais ícones do Chile e uma das estrelas da noite. Uvas de Apalta, corte de 80% Cabernet Sauvignon, 10% Cabernet Franc, 5% Merlot e 5% Petit Verdot com passagem de 18 meses em carvalho francês. Um vinho espetacular que como nas safras anteriores mostrou que precisa de uns bons anos em garrafa para chegar ao seu auge. Muito complexo, potente, aromas de chocolate, baunilha, cedro e ameixas. Em boca taninos frutados, mais chocolate, caramelo e cereja madura. Muita persistência.
Nota Descorchados – 96 pontos.
Nota V3 – 95 pontos.

18. Arboleda, Arboleda Carmenere 2016, Chile – foi a vez de Carlos Carrasco. Vinho de solo aluvial, uvas Carmenere com 12 meses em barricas francesas (35% novas), fruta vermelha no aroma, leve pimentão. A vinícola faz parte do projeto pessoal de Eduardo Chadwick e esse vinho é o carro chefe da bodega.
Nota Descorchados – 92 pontos.
Nota V3 – 88 pontos.

19. Santa Rita, Floresta Cabernet Franc 2018, Chile – o último vinho foi apresentado por Sebastián Labbe, um 100% Cabernet Franc de solo de origem granítico, corte de 2 parcelas com 12 a 14 meses em carvalho, notas herbáceas, bom corpo, bom equilíbrio, taninos frutados, e final prolongado.
Nota Descorchados – 92 pontos.
Nota V3 – 90 pontos.

Para quem quiser assistir o evento completo, o link está a seguir: Masterclass Descorchados 14/09.

Agora é esperar por 2021! Saúde a todos.

6 comentários em “Masterclass Guia Descorchados 2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s