Ventisquero Obliqua Carménère

Amigos,

São raros os posts aqui no blog que tratam de apenas um vinho, mas essa semana o Obliqua da Ventisquero mereceu destaque. Não somente por tratar-se de um ótimo Carmenere, mas também pelo sensacional evento de lançamento promovido pela vinícola em parceria com a Cantu Importadora e a Orantes Assessoria.

Já falamos algumas vezes dessa uva por aqui. A casta Carmenere é relativamente polêmica no Brasil. Se por um lado há muitos enófilos que a apreciam, há também um contingente significativo dos que a evitam, por considerarem seus vinhos muito herbáceos. Eu, particularmente, aprecio a uva, principalmente nos vinhos de alta gama, onde os cuidados na produção visam minimizar esse herbáceo destacado.

Mesmo no Chile, como nos contou o colega chileno Homero Gac, a cepa está longe de ser uma unanimidade. Vale a pena ler o artigo completo e o link está a seguir: Carmenere: Polêmica no Brasil e no Próprio Chile.

Esse novo Carmenere, de alta gama, vem pra se juntar aos outros ícones da vinícola: o Pangea (Syrah), o Enclave (Cabernet Sauvignon), o Heru (Pinot Noir) e o Vértice (Carmenere e Syrah).

O Evento:

O lançamento do vinho foi realizado ontem, 10 de dezembro de 2020, através de uma degustação on-line (em razões da pandemia da Covid-19), com a presença de mais de 100 jornalistas e profissionais da área e foi conduzida, diretamente do Chile, pelo enólogo chefe da Viña Ventisquero, Felipe Tosso e pelo seu viticultor chefe, Sergio Hormázabal.

20201210_112245_resized

Foi a primeira vez que a vinícola realizou um lançamento com um evento deste porte, e isso foi feito dado a importância desse novo vinho de produção extremamente limitada. Durante o evento, pudemos provar esse excelente Carmenere, ouvindo as explicações da equipe técnica da vinícola, e com a participação especial do genial John Duval, ex-enológo da Penfolds e responsável por muitos anos pelo famoso Penfolds Grange. Duval é consultor técnico da Ventisquero e tem grande participação na criação do Obliqua.

Ao final da apresentação, houve espaço para perguntas e comentários dos participantes.

O Vinho:

Obliqua é um Carménère Premium, muito particular, que está plantado no topo do vinhedo La Roblería de Apalta, sob a sombra de um antigo carvalho chamado “Nothogfagus Obliqua” e que deu nome ao novo vinho.

roble obliqua foto (003)

Trata-se de uma pequena seleção de parreiras de baixo rendimento.  A seleção desta parcela 23 é de apenas 1,5 ha. É uma parcela única e especial já que, via de regra, os vinhedos desta uva são plantados em solos planos e de baixa altitude.  A produção é muito limitada e esta primeira safra tem menos de 4.000 garrafas.

O vinho é resultado do trabalho dos enólogos John Duval e Felipe Tosso, e busca retratar fielmente a variedade emblemática (e polêmica) do Chile. Nossas impressões sobre o Obliqua estão a seguir:

Obliqua 2017: corte de 94 % Carménère, 4 % Cabernet Sauvignon e 2 % Petit Verdot. Amadurece por 22 meses em barricas novas de carvalho francês de 300 litros (70% do vinho) e os 30% restantes em foudres de carvalho francês. Mínimo de 1 ano em garrafa.
Vinho jovem e vigoroso, aromas de frutas vermelha e pimenta branca. Em boca algumas notas de pimentão tostado, taninos firmes e final prolongado. Potencial de guarda superior a 10 anos. Conforme recomendado pelo produtor, decantar por duas horas. Nota V3 – 93 pontos.

O preço sugerido pelo importador para o vinho é de R$ 449,00.

Serviço:
Cantu Importadora: https://cantuimportadora.com.br/

4 comentários em “Ventisquero Obliqua Carménère

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s