Confusão Sexual como Método de Controle de Pragas em Vinhedos

Por Ivan Ribeiro

A Espanha vem passando por inovações e melhorias nos seus métodos de produção, buscando sempre uma melhor qualidade dos seus vinhos. Tal processo eu já venho comentando nos meus cursos sobre Espanha e suas Principais Regiões, especialmente Rioja e Ribera Del Duero.

As mudanças e inovações são sempre visíveis e vão alterando a forma de produção e vinificação dos vinhos, buscando um mercado que, cada vez mais, pede vinhos mais prontos, para um consumo mais imediato. Além dessas mudanças, como alteração dos tipos de barricas, utilização de tanques de inox e demais técnicas inovadoras, destaca-se a união de 11 viticultores da Rioja Alavessa, de Laserna, que estão se associando para realização de um projeto pioneiro na região, aplicando a técnica confusão sexual, em seus vinhedos, para buscar uma melhora na qualidade das uvas dentro de um procedimento de viticultura sustentável.

O projeto tem o nome de “Laserna Confusa” que consiste em utilizar métodos para confusão sexual de alguns insetos que habitam os vinhedos, com o intuito de combater a lobesia botrana, uma das pragas mais nocivas da região, também chamada de “mariposa dos cachos”.

lobesia 1

Os danos dessa praga variam em função das condições climáticas de cada ano, principalmente temperatura e umidade. As feridas que os insetos causam nas uvas são uma fonte de entrada para a chamada “podridão cinzenta” (Botrytis cinerea), que provoca perda de qualidade nas uvas e até perda da safra.

Assim, num local belíssimo do distrito de Laserna, que fica no extremo oriental da Rioja Alavesa, nas proximidades do rio Ebro, é que estão se reunindo esses 11 viticultores para implementar esse projeto arrojado na busca pela melhor qualidade dos vinhos. Numa área de aproximadamente 60 hectares onde vão se auto cooperar na produção dos vinhos através das próprias adegas que já fazem parte de 6 desses produtores.

O projeto é acompanhado por equipes competentes de produtores de feromônio, a líder mundial na produção do produto Shin Etsu, do Departamento de Agricultura do Conselho Provincial de Álava e da empresa especializada Garañango , a sua gestora Elena Recio Lecuona, a qual afirma que “ Com a liberação de feromônios sexuais por meio de difusores colocados em uma ampla área de vinhedo, é possível controlar a mariposa do cacho, benefícios comuns a todos os participantes do projeto. Além disso, graças a essa técnica é possível reduzir o uso de agrotóxicos ”.

difusor

Os insetos usam feromônios (uma espécie de mensageiros químicos) para se comunicar e interagir entre os insetos da mesma espécie. As fêmeas emitem feromônios sexuais para atrair machos e acasalar. A técnica de confusão sexual é baseada no controle biotécnico da praga, emitindo continuamente feromônios sintetizados da fêmea durante a fase de voo adulta da mariposa. Esses feromônios, em quantidade suficiente, saturam a capacidade receptiva do sistema olfativo dos insetos machos. Eles confundem o macho a ponto de dificultar a localização da fêmea, impedindo assim o acasalamento e a fecundação da fêmea. Desta forma, a evolução da praga da mariposa cluster é interrompida.

Vale ressaltar que tal processo é muito utilizado, também pela Embrapa, no Brasil, para controle de pragas de forma sustentável e sem agredir a plantação e não altera o equilíbrio biológico do vinhedo, respeitando a fauna auxiliar.

Assim, teremos melhores produtos com amadurecimento preciso e correto, sem que corram os riscos iminentes de ataque da lobesia botrana que leva à temida podridão cinzenta. Desta forma, as uvas terão seu amadurecimento completo, sem o risco de apodrecimento que ‘obriga’ a antecipar a colheita. Utilizando de técnicas que não afetam o meio ambiente com procedimentos sustentáveis.

Botrytis

Um projeto inicial que culminou com a criação de mais 3 novas áreas em Rioja Alavessa para dar vazão a implantação de projetos de viticultura sustentável e que irá expandir esses,  60 hectares de vinhas iniciais, para chegarem aos 225 hectares que se espera num futuro próximo. Abrangendo, assim, toda parte delimitada que envolve a Laserna.

Ivan Ribeiro do Vale Junior.
Advogado / Sommelier / Professor / Escritor
WSET / ISG / FACSUL / UFRGS
Instagram: @duvalewinetasting
Projeto NOVOS TERROIR DO BRASIL.

2 comentários em “Confusão Sexual como Método de Controle de Pragas em Vinhedos

  1. Muito interessante como as soluções são encontradas. Fica apenas a imaginação de como seriam alguns vinhos de sobremesa se eles abraçassem essa “podridão” e criassem algo semelhante a um tokaj….

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s