O Sucesso dos Vinhos Australianos

Por Priscilla Hennekam

De acordo com os números previstos para 2020 pela OIV (International Organisation of Vine and Wine), a Austrália é hoje o sexto país que mais produz vinhos no mundo.

+ Produção Mundial de Vinhos x Consumo Global em 2020

Mas como a Austrália chegou até aqui?

Um dos fatores foi o rápido aumento das exportações nas décadas de 1980 e 1990. Até a década de 1960, o mercado australiano de vinhos estava focado principalmente na produção de vinhos fortificados. Entre 1960 e 1970, James Keane, gerente de relações públicas & promoções da Jacob’s Creek por quase 30 anos (entrevistado pessoalmente em 2021), explicou que os vinhos de mesa eram encorpados, precisavam de 3 a 5 anos de adega e eram para os “esnobes”.

No início da década de 1970, isso começou a mudar. Os vinhos de mesa tornaram-se mais populares, com a chegada de imigrantes europeus que trouxeram sua cultura consumidora de vinho para a Austrália e a imagem do vinho barato e não sofisticado, como Ben Ean Moselle de Lindeman (um dos primeiros a anunciar em rede nacional), no qual tornou-se muito popular entre as mulheres australianas, tirando o esnobismo do vinho.

À medida que o vinho tranquilo cresceu em popularidade, a indústria começou a se concentrar na qualidade, e em 1980 os consumidores já procuravam vinhos finos, status social e vinhos saudáveis. As exportações australianas na época eram tão baixas, que em 1985 o governo australiano apoiou financeiramente os produtores de vinhos a substituir as videiras de qualidade inferior por videiras que produzissem uvas de excelente qualidade.

Entre as décadas de 1980 e 1990, houve um aumento nas exportações australianas de vinho, e um dos fatores que ajudou nas exportações foi a visita organizada pelo Master of Wine Institute, que gerou interesse nos vinhos australianos pelo Reino Unido. James Keane disse que o mercado britânico na época era principalmente de vinhos europeus que não eram de boa qualidade e nem baratos. Então, a Austrália construiu um plano estratégico e começou a produzir vinhos consistentes e de bom custo benefício. Outro acontecimento que ajudou a indústria dos vinhos australianos foi os escândalos na Itália e na Áustria sobre aditivos adicionados nos vinhos, e a desvalorização do dólar australiano, que tornou o vinho australiano mais barato para o mercado de exportação.

+ 5 Escândalos dos Vinhos.

Os esforços de Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) da indústria como um todo foram considerados cruciais para o rápido aumento das exportações na época. Através disso, foi possível entender os consumidores, que buscavam informações do que estava na garrafa, então eles começaram a rotular vinhos com informações sobre a safra, variedades de uvas, notas de degustação e começaram a explorar a harmonização de alimentos e vinhos. A Austrália também introduziu a Geographical Indicações (GIs), permitindo que as regiões construíssem uma reputação e ganhassem a confiança dos consumidores.

A Austrália tornou-se tão popular que, de acordo com a Federação dos Viticultores da Austrália, eles triplicaram produção de 1991 a 2007 (ver Figura 1), com quase 100% desse aumento sendo exportado.

Figure 1. Growth of the Australian wine industry from 1991-2012 – Domestic market vs. Export market (Centaurus Partners 2013)

Essa é um pouco da minha última pesquisa sobre o mercado australiano. Venho estudando e me aprofundando nos vinhos australianos nos últimos cinco anos, e desde do ano passado estou desenvolvendo um novo projeto, um curso chamado Expert em Vinhos Australianos. Trata-se de um curso muito completo, pensado em desde um amante de vinhos até aqueles que já são profissionais e tem um conhecimento prévio sobre o assunto. Abordamos temas como a história, o cenário atual dos vinhos australianos, as oportunidades, as regiões, os tipos de vinhos, as técnicas usadas na viticultura australiana, dicas de vinícolas e muito mais.

O curso inclui lives privadas com os participantes para tirar eventuais dúvidas e, por isso, as vagas são limitadas!

Inscreva-se agora e seja parte do primeiro grupo de pessoas que serão avisados sobre o lançamento do curso. O link está a seguir: Expert em Vinhos Australianos (ck.page).

Aguardo vocês para falar mais dos meus queridos vinhos australianos! Até breve.

Priscilla Hennekam
Mora e trabalha com vinhos na Austrália, além de trabalhar para a vinícola InnVernia, no Brasil.
Cursando o WSET4.
Sommelier formada pela Escola Argentina de Sommelier e pela CETT em Barcelona.
Certificação de Sommelier pela Court of Master Sommelier dos EUA.
Instragram: @hennekamsommeliere
Website: www.hennekamwines.com

4 comentários em “O Sucesso dos Vinhos Australianos

    1. Verdade Marcelo. Se vc gostaria de aprender mais sobre esses vinhos, realizei um curso especifico sobre vinhos australianos. Mais informacoes no site: wwww.cursodevinhosaustralianos.com – Espero ver vc la. 😉

      Curtido por 1 pessoa

    1. Sao vinhos excelentes William.. Se vc gostaria de aprender mais sobre esses vinhos, realizei um curso especifico sobre vinhos australianos. Mais informacoes no site: wwww.cursodevinhosaustralianos.com – Espero te ver la. 😉

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s