Histórias do Vinho Parte 1 – Coisas Que Acontecem, Mas Não Deveriam

Amigos,

Abrindo nossa série de postagens sobre as “Histórias do Vinho”, um texto do nosso autor Fernando Procópio, sobre um episódio em uma loja de vinhos nos Estados Unidos.

Boa leitura!

Por Fernando Procópio

Quem disse que essas histórias só ocorrem no Brasil?

Na nossa última viagem aos EUA, região da Nova Inglaterra, encontrei em Newport uma loja de vinhos bem bacana: a Vickers.

Achei e comprei um monte de vinhos interessantes, inclusive um champanhe Cristal 2000 que abrimos há poucos dias. Mas, me faltava um que adoro: o Pinot Noir Merry Edwards.

lineup

O proprietário me informou que poderia consegui-lo, mas só no dia seguinte. “Quero duas garrafas”. E ele ficou de consegui-las.

Voltamos lá no dia seguinte, paguei e o empacotador sugeriu-me que fosse com Maria Amelia ao supermercado ao lado pois embalaria para viagem etc e tal. Bom, quando cheguei em Boston, próximo de nossa viagem de retorno, abri uma das caixas, pois estava achando uma diferença entre as duas. Resultado: as duas garrafas não estavam lá. O empacotador tinha surrupiado.

Mandei uma mensagem para o e-mail do cartão de visitas, para relatar o ocorrido. O dono (ou gerente) pediu desculpas e me reembolsou os US$ 110 da compra por crédito no cartão. Mas, claro, isso não pagou o meu prejuízo porque esse vinho não existe no Brasil, e nem a frustração que senti.

Novamente escrevi para ele para dizer que ele tinha um salafrário na loja, mas ele disse que foi um erro.

Çey!

Fernando Procópio
Apreciador de Vinhos

E você, também tem alguma história com os vinhos que queira compartilhar conosco?

Envie sua história para vaocubo.oficial@gmail.com e nos conte uma experiência com os vinhos.

Bons vinhos a todos.

7 comentários em “Histórias do Vinho Parte 1 – Coisas Que Acontecem, Mas Não Deveriam

  1. Pois é. Isso ensina. Nada de confiar. Aqui recebi uma vez uma caixa de 6 vinhos com uma garrafa a menos. Liguei para a loja bem sem jeito pq só tinha a minha palavra para provar, mas pedi que conferissem estoque e o peso da postagem. Ambos bateram com as 6 garrafas, mas a loja me mandou outra, pois se convenceu que tinha sido na transportadora. Acontece mesmo.

    Curtido por 3 pessoas

    1. Não achei, Marceu. Tivemos muitas atividades por lá e não pude procurar uma adega descente. Mas, como tinha dois espaços para completar em uma das caixas acabei optando por um rótulo nada sofisticado: Beringer, Knights Valley CS 2016. Havia comprado uma garrafa e gostamos demais.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s