Montes Folly – História, Curiosidades e Degustação Vertical

Amigos,

Nesta semana que passou realizamos o segundo evento presencial do Blog em 2022. E na minha opinião este foi um dos melhores que já realizamos.

O tema foi uma vertical do Montes Folly, o ícone Syrah da Viña Montes, uma das mais famosas e prestigiadas vinícolas do Chile. Vertical que foi projetada inicialmente com 4 safras, mas que no dia do evento chegou a 8 safras, perfeitas e de enorme qualidade.

IMG-20220407-WA0033

Vamos falar com detalhes de cada safra, mas antes vamos conhecer um pouco da história e as curiosidades desse que é um dos principais vinhos do Chile.

História e Curiosidades

– O Montes Folly é considerado pela própria Viña Montes como o primeiro vinho Ultra-Premium do Chile produzido com uvas 100% Syrah e sua primeira safra foi no ano de 2000. O vinho, que foi lançado em todos os anos, chegou a sua vigésima edição na safra 2019, que é a atual.

– Suas uvas são cultivadas nas encostas mais íngremes e mais altas dos vinhedos da Montes, em Apalta, Vale de Colchagua. As características únicas e a localização deste sub-vale, que se estende desde o Rio Tinguiririca ao sul e a serra de Apalta ao norte, permitem que as videiras sejam expostas suavemente ao sol, o que contribui para um lento, embora mais completo, amadurecimento das uvas.

– As videiras são plantadas a uma densidade de 5.555 plantas/ha e são manejadas em sistema de duplo guyot, buscando um rendimento aproximado de 3,5 a 4,0 ton/ha.

folly

– Todas as safras passam 18 meses em barricas de carvalho francês. Até 2015 as barricas eram 100% novas, em 2016 passou a ser 80% novas. A graduação alcoólica varia pouco entre os anos e está entre 15,0 e 15,8 graus.

– Uma curiosidade: a cada safra o contra-rótulo muda e todas as safras juntas formam um belíssimo mosaico mostrado na foto abaixo.

IMG_20220409_115902_448

Degustação Vertical

O evento, realizado no restaurante Mestiço da Vila Nova Conceição, contemplou a degustação de 8 safras desse que é um dos grandes ícones da vinícola. Foram elas 2006, 2010, 2011, 2012, 2014, 2015, 2016 e 2017.

Os vinhos foram servidos em dois flights de quatro safras cada, iniciando pelas safras mais antigas até as mais recentes. Para uma melhor comparação entre as safras, nenhuma delas foi decantada. Com certeza isso seria recomendado para as safras mais novas.

Abaixo minha avaliação de todas as safras:

Montes Folly 2006: na opinião geral foi o melhor da noite. Na minha opinião ficou em segundo lugar. Uma grande surpresa visto que os Syrah do Chile não costumam ter essa longevidade, mas esse é de fato muito especial. Estava macio e aveludado com final com notas de caramelo. Nota V3: 96 pontos.

Montes Folly 2010: segunda colocada no geral mas a grande campeã na minha opinião. Estava absolutamente no auge e mostrou todas as qualidades desse vinho. Taninos macios, ótimo volume em boca e final muito persistente. Nota V3: 97 pontos.

Montes Folly 2011: um pouco abaixo das duas primeiras, tinha notas mais apagadas em boca e no nariz. Ainda assim um vinho digno da fama. Nota V3: 93 pontos.

Montes Folly 2012: foi a safra que mais destoou na degustação. Alguns gostaram muito mas a maioria achou que ficou abaixo. Com certeza valeria ter decantado mas também pode ter perdido o auge após 10 anos em garrafa. Mostra a influência da safra. Nota V3: 91 pontos.

Montes Folly 2014: das mais novas (2º flight) foi a que mais se destacou, ficando em terceiro lugar no geral. Vinho pronto e muito vivo, com explosão de frutas no nariz e na boca e muito volume. Ainda tem boa evolução pela frente. Nota V3: 95 pontos.

Montes Folly 2015: esse ainda estava jovem e tem bom potencial de guarda. Notas mais minerais que o usual, com boa acidez e bom final. Nota V3: 93 pontos.

Montes Folly 2016: assim como a safra anterior muito jovem e pedindo mais tempo em adega. Em boca ainda com taninos mais contundentes e final mais rústico. Nota V3: 93 pontos.

Montes Folly 2017: não foi surpresa estar absolutamente pronto porque eu já havia provado essa safra antes. Fruta vibrante, notas de especiarias, taninos frutados e largo final. Com certeza vai chegar nas melhores safras com a evolução. Nota V3: 95 pontos.

Bons vinhos a todos!

4 comentários em “Montes Folly – História, Curiosidades e Degustação Vertical

Deixe uma resposta para Valéria Braga Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s