Top 20 Vinhos – Abril 2022

Amigos,

O que dizer do mês de abril? Foi sem dúvida um dos meses mais especiais desde que criamos essa coluna mensal.

Obviamente, em função do grande número de vinhos muito especiais, algumas “injustiças” serão cometidas. Vinhos que com toda certeza seriam protagonistas em outros meses, dessa vez não terão lugar entre os melhores. Mas, c’est la vie.

Ainda assim, pra diminuir o número de injustiças, não vamos mostrar os 3 melhores custo x benefício do mês e vamos mostrar os 15 melhores vinhos do mês, junto com nossas 5 indicações.

Mas antes, bora relembrar a lista de março: Top 20 Vinhos – Março 2022.

Top 15 melhores vinhos do mês:

1. Gran Vin Pauillac 1999, Château Latour, França – abrir.

2. Vinha Maria Teresa 2018, Quinta do Crasto, Portugal – guardar.

3. Pauillac 1999, Château Mouton Rothschild, França – abrir

4. Gran Reserva 890 2004, La Rioja Alta, Espanha – abrir.

5. Cru D’Exception Chardonnay 2010, Família Deicas, Uruguai – abrir ou guardar.

6. Viña Tondonia Reserva Rosé Gran Reserva 2010, Lopez de Heredia, Espanha – abrir ou guardar.

7. Montes Folly 2010, Viña Montes, Chile – abrir.

8. Malbec Marchiori 2009, Viña Cobos, Argentina – abrir.

9. Alion 2004, Vega-Sicilia, Espanha – abrir.

10. Chardonnay 2020, Bodega Chacra, Argentina – guardar.

11. Vinha da Ponte 2016, Quinta do Crasto, Portugal – guardar.

12. Treinta y Dos 2014, Bodega Chacra, Argentina – abrir ou guardar.

13. Barsac 1988, Château Climens, França – abrir ou guardar.

14. Xisto 2015, Roquette & Cazes, Portugal – guardar.

15. Torre Muga 2016, Muga, Espanha – guardar.

Top 5 indicações do mês:

1. Ícono 2018, Bodega Campotinto, Uruguai – o único vinho uruguaio de alta gama que eu ainda não havia provado. Poderia inclusive estar na minha Wish List de 2022, acabei esquecendo dele. Um Tannat bastante tradicional, um pouco mais rústico, produzido com uvas de Carmelo. Vinho potente, austero, com taninos intensos, notas bem marcadas de chocolate e café e um final levemente herbáceo. Pra guardar uns 3 a 5 anos.

2. Laguna Brava Torrontes 2015, Jose Luiz Mounier Winemaker, Argentina – ótimo Torrontes de Salta com a tipicidade da uva, com passagem em carvalho e 14,0% de graduação alcoólica. A safra 2010 já passou aqui nos melhores do mês, em maio de 2018. Isso mostra a consistência desse ótimo vinho.

3. Juan de Dios 2013, Navarro Correas, Argentina – um dos principais vinhos da Bodega. Corte de 82% Malbec e 18% Cabernet Sauvignon com passagem de 18 meses em carvalho francês. Vinho orgânico, com notas minerais e final volumoso.

4. La Jefa 2018, Matsu, Espanha – vinho da região do Toro, corte de Malvasia com outras uvas, passa 14 meses em barricas de carvalho francês de 600 litros. Cor amarelo palha. nariz com baunilha e frutas amarelas, boa complexidade em boca e final frutado.

5.  Tannat Parcela Única A6 2018, Bodega Bouza, Uruguai – uvas 100% Tannat provenientes de uma única parcela com passagem de 17 meses em carvalho francês e 16,0% de graduação alcoólica. Excelente vinho de Eduardo Boido. Vinho potente, aromático e com final largo.

Bons vinhos a todos!

17 comentários em “Top 20 Vinhos – Abril 2022

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s