Pontuações Altas são Boas Notícias?

Amigos,

O que reparei ao longo dos últimos dois anos foi um crescimento expressivo do número de vinhos com pontuações altíssimas. Pontuações essas que foram dadas desde por alguns críticos mais renomados ou até por alguns guias regionais.

Somente para exemplificar esse fato, contabilizado as últimas pontuações de James Suckling para vinhos de 100 pontos temos o quadro abaixo:

2014

2015 2016 2017
05 07 23

12

E como existem vinhos de diversas safras em cada uma das listas, o fator safra é descartado para justificar esse aumento.

Vamos as boas notícias então: isso mostra uma clara tendência dos enólogos se preocuparem cada vez mais em produzir vinhos mais prontos para o consumo imediato, sem necessidade de um período muito longo de guarda, como também mostra que o aspecto qualidade tem concentrado esforços e investimentos por parte de equipes técnicas e vinícolas. Essa tendência e preocupação tem sido inclusive relatada na maioria das entrevistas com os enólogos durante as visitas às vinícolas e feiras de vinhos.

Acontece que não são somente boas notícias. Tem havido uma clara supervalorização dessas pontuações que refletem em boa parte das vezes diretamente nos preços dos vinhos. Alguns exemplos a seguir:

20171011_131836

– Chadwick 2014 (JS100) custa hoje R$ 1.750 na Errazuriz contra pouco mais de R$800 na safra anterior.

– Catena Zapata Fortuna Terrae 2012 (JS100) custa hoje cerca de R$ 1.000 na Argentina, por incrível que pareça mais que o ícono da vinícola, o Estiba Reservada.

– Seminare Malbec 2015 (vencedor do Guia Descorchados com 99 pontos) custa R$ 450 na Argentina e nesse caso a minha avaliação, a de muitos amigos e a média dos usuários do Vivino sequer refletem essa pontuação e muito menos justificam o preço. Mas essa já é uma outra discussão para um próximo Post.

– Familia Necchini Blend 2012 (vencedor como melhor vinho uruguaio do Guia Descorchados com 95 pontos) hoje custa mais caro no Uruguai do que vinhos mais renomados como o Maximo Deicas e o Il Nero.

– Guaspari Vista do Chá que sempre teve preço similar ao Guaspari Vista da Serra hoje custa 10% a mais que seu “irmão” devido as últimas premiações. Isso sem falar que a linha teve aumentos muito maiores que a inflação nos últimos anos e quase dobrou o preço.

Então minha humilde conclusão é que apesar de termos cada vez mais vinhos melhores e mais prontos será mais difícil poder prova-los em função do custo. Cada vez mais esses vinhos ficarão limitados a uma pequena parcela dos amantes do vinho.

E com isso, as vinícolas que souberem aproveitar para oferecer bons vinhos a preços razoáveis serão com certeza premiadas da melhor maneira: com ótima aceitação e o resultado nas vendas para o público em geral que sabe comprar e avaliar um valor justo.

Serviço:
Lista dos vinhos 100 pontos por James Suckling
2014:
VIÑA COBOS MALBEC PERDRIEL LUJÁN DE CUYO COBOS 2011
MASSETO TOSCANA 2011
PENFOLDS SHIRAZ SOUTH AUSTRALIA GRANGE BIN 95 2010
GIACOMO CONTERNO BAROLO CERRETTA 2010
CHÂTEAU LA MISSION-HAUT-BRION PESSAC-LEOGNAN BLANC 2011
2015:
FATTORIA LE PUPILLE MAREMMA TOSCANA SAFFREDI 2012
SIRO PACENTI BRUNELLO DI MONTALCINO 2010
LIVIO SASSETTI BRUNELLO DI MONTALCINO 2010
SAN POLINO BRUNELLO DI MONTALCINO HELICHRYSUM 2010
LE RAGNAIE BRUNELLO DI MONTALCINO RAGNAIE V.V. 2010
DOMINIO DE PINGUS RIBERA DEL DUERO PINGUS 2012
LUCE DELLA VITE BRUNELLO DI MONTALCINO 2010
2016:
OPUS ONE NAPA VALLEY 2013
VIÑEDO CHADWICK CABERNET SAUVIGNON VALLE DE MAIPO 2014
RENIERI BRUNELLO DI MONTALCINO RISERVA 2010
MARQUÉS DE MURRIETA RIOJA CASTILLO YGAY GRAN RESERVA ESPECIAL 1986
CATENA ZAPATA ADRIANNA VINEYARD MALBEC MENDOZA FORTUNA TERRAE 2012
DOMINUS NAPA VALLEY 2013
KRUG BRUT 2002
TYRRELL’S SHIRAZ HUNTER VALLEY OLD PATCH 1867 2014
FRANZ HIRTBERGER RIESLING WACHAU SINGERRIEDEL SMARAGD 2015
GAJA BARBERSCO SORI SAN LORENZO 2013
CIACCI PICCOLOMINI D’ARAGONA BRUNELLO DI MONTALCINO VIGNA DI PIANROSSO SANTA CATERINA D’ORO RISERVA
REALM CELLARS NAPA VALLEY OAKVILLE BECKSTOFFER TO KALON VINEYARD 2013
ALDO CONTERNO BAROLO GRAN BUSSIA RISERVA 2008
DANA ESTATES CABERNET SAUVIGNON NAPA VALLEY RUTHERFORD HELMS VINEYARD 2013 ABREU CABERNET SAUVIGNON NAPA VALLEY CAPPELLA 2012
VALDICAVA BRUNELLO DI MONTALCINO MADONNA DEL PIANO RISERVA 2010
PAUL HOBBS CABERNET SAUVIGNON NAPA VALLEY OAKVILLE BECKSTOFFER TO KALON VINEYARD 2013
KAPCSANDY FAMILY WINERY NAPA VALLEY STATE LANE VINEYARD ROBERTA’S RESERVE 2013 CASANOVA DI NERI BRUNELLO DI MONTALCINO CERRETALTO 2010
HARLAN ESTATE NAPA VALLEY 2013
BELLARIA BRUNELLO DI MONTALCINO ASSUNTO RISERVA 2010
SCHRADER CABERNET SAUVIGNON NAPA VALLEY BECKSTOFFER TO KALON VINEYARD SCHRADER 2013
SCREAMING EAGLE NAPA VALLEY OAKVILLE 2013
2017:
ALMAVIVA PUENTE ALTO 2015
SEÑA VALLE DE ACONCAGUA 2015
CLOS APALTA VALLE DE COLCHAGUA 2014
F.X. PICHLER RIESLING WACHAU RIED KELLERBERG SMARAGD 2016
VEGA SICILIA RIBERA DEL DUERO UNICO 2006
LOUIS ROEDERER CHAMPAGNE CRISTAL 2008
TUA RITA TOSCANA REDIGAFFI 2015
CHÂTEAU LAFLEUR POMEROL 2014
DOMINIO DE PINGUS RIBERA DEL DUERO PINGUS 2014
SCHRADER CABERNET SAUVIGNON NAPA VALLEY BECKSTOFFER LAS PIEDRAS VINEYARDS COLESWORTHY 2014
COLGIN CELLARS CABERNET SAUVIGNON NAPA VALLEY TYCHSON HILL VINEYARD 2014
BRYANT FAMILY VINEYARD CABERNET SAUVIGNON NAPA VALLEY 2014

19 comentários em “Pontuações Altas são Boas Notícias?

  1. Não tenho dúvida de que pontuações e premiações devem ser consideradas sempre com muito cuidado. Quando vou consultar algum vinho, sempre procuro a opinião de mais de uma especialista, se for o caso. A quantidade de vinhos acima de 90 pontos é absurda e como o número de pessoas que compra pela pontuação é exagerado, o mercado aproveita a oportunidade.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Concordo com seus termos Sitta. Muitos vinhos passaram por essa transição. Seja em razão das pontuações, seja da forma que ganhou fama entre os consumidores. Exemplo disso é o EPU. Parabéns por mais essa excelente matéria. Abraços amigo.

    Curtido por 2 pessoas

  3. Obviamente, as notas altas da crítica especializada sempre vão provocar esse efeito colateral no preço. É natural a vinícola querer aproveitar a oportunidade para precificar seu vinho de forma a destacar a relevância que a crítica lhe confere. O que vale, em regra, ao fim das contas, é a lei da oferta e procura. Contudo, o efeito de alguns críticos no mercado realmente cria essas distorções. Parabéns pelo artigo.

    Curtido por 2 pessoas

  4. Tocou na “ferida” de forma contundente! Podemos perguntar: será que tantas notas altas não seriam pagas? E isso cria um circulo vicioso e positivo para a indústria de vinho? Afinal, a tendência é que produtos valorizados ganhem valor agregado, vide exemplo do Seminore…por isso que a critica deve ser encarada com ressalvas. E também um efeito colateral dos Críticos: mudança na maneira de fazer vinhos, as produtoras mudando seu DNA para agradar o gosto deste ou daquele Crítico, exemplo quando muitas vinicolas “parkerizaram” os seus produtos para agrada-lo e ganhar visibilidade.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Meu amigo, de forma geral concordo com os comentários. Todavia há nuances que precisamos de um vinho para discutir e, sem ser pontuado! Há algum tempo considero as pontuações de forma relativa. Um grande abraço.

    Curtido por 1 pessoa

    1. William.
      Eu também considero de forma relativa. Mas é fato que na maioria das vezes ela afeta o preço do produto. Isso não é um benefício para o consumidor final.

      Curtir

  6. Belo post Sitta. Sem duvida há muito mais que uma nota por trás destas avaliações. Cabe a nós sermos críticos e espertos, a fim de não cair em armadilhas.
    Outro ponto importante é… Este preço inflacionado pode “encavalar” com vinhos de maior qualidade, fazendo com que sua procura baixe muito.
    Boa reflexão!
    Abraço!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s