Vinhos Uruguaios – 10 Vinhos Acima de 90 Pontos V3

Amigos,

Como boa parte de vocês já sabem, sou fanático pelos vinhos do Uruguai. Provavelmente seja o país onde eu tenha maior ligação com as vinícolas. Desde o início do blog, em junho de 2017, foram inúmeras viagens a esse país para conhecer, provar e divulgar os vinhos.

Mas desde o início da pandemia, tudo ficou mais complicado. E tem sido menos frequente a possibilidade de provar os principais vinhos uruguaios.

Em vista disso, realizamos no mês passado, mais um evento do Blog. O tema foi Uruguai e reunimos alguns dos principais vinhos brancos e tintos de lá, em uma degustação de tirar o fôlego para quem gosta dos vinhos deste pequeno, mas muito competente, produtor mundial de vinhos.

Os Vinhos Uruguaios

O Uruguai é o segundo menor país da América do Sul, é bastante plano e, enquanto as áreas costeiras são muito úmidas com colinas verdes e solos calcários e argilosos, no norte a umidade cai consideravelmente e os solos se tornam rochosos. Dessa forma, mesmo sendo de pequena extensão territorial, pode-se conseguir uma grande variedade de uvas e estilo de vinhos.

A produção de vinho ocorre no Uruguai há mais de 250 anos, mas foi o imigrante franco-basco, Don Pascual Harriague, que trouxe as videiras Tannat da França para o Uruguai, no final de 1800.

A uva Tannat provou ser uma combinação perfeita para os solos predominantemente franco-argilosos e clima marítimo temperado do Uruguai, e tem sido o vinho de assinatura do Uruguai desde então.

Os vinhos uruguaios são mais próximos em estrutura, estilo e sabor aos vinhos do Velho Mundo, pois o clima do Uruguai é o mais próximo da América do Sul comparando-se com Bordeaux; é húmido, ao nível do mar, sazonal e tem solos calcários ricos em cálcio.

Uruguay

Todas as vinícolas são pequenas e ainda são de propriedade e administração familiar. Os vinhos são praticamente todos feitos à mão a cada passo do caminho, e infundidos com a paixão e o entusiasmo dessas famílias, resultando em vinhos únicos com características que refletem tanto o terroir do vinhedo quanto a personalidade do enólogo individual. São vinhos com alma que o conectam com as pessoas e o lugar por trás de cada um deles.

Além disso, os vinhos uruguaios oferecem uma excelente relação custo-benefício, combinando ótima qualidade com preços acessíveis.

A Degustação

O restaurante escolhido não poderia ter sido outro. O jantar ocorreu no uruguaio El Tranvia, unidade Itaim e a combinação entre as carnes, petiscos e saladas foi perfeita com os ótimos vinhos do evento.

IMG-20220813-WA0001

Abaixo os vinhos servidos e nossa opinião:

Cru D’Exception Chardonnay 2006, Família Deicas: duas safras lado a lado daquele que é, na minha opinião, o melhor vinho branco da América do Sul. Safra 2006 eleita como o melhor vinho da noite. Um branco complexo, encorpado, com aromas de mel, caramelo e frutas brancas, algumas notas oxidativas em boca e final longo e marcante. Nota V3 – 96 pontos.

Cru D’Exception Chardonnay 2010, Família Deicas: ao lado da 2006, mostrou que ainda vai evoluir. Está mais fresco que o 2006 e tem ótimo volume em boca, notas de mel e frutas brancas. Nota V3 – 94 pontos.

Cocó 2017, Bodega Bouza: outro dos grandes vinhos brancos do Uruguai. Corte das melhores barricas de Chardonnay (67%) e Albariño (33%). O Chardonnay passou 9 meses sobre as borras em barricas francesas e o Albariño permaneceu em tanques de aço inox. Vinho elegante e frutado, com boa complexidade e final muito agradável. Nota V3 – 92 pontos.

Prelúdio Blanco 2019, Família Deicas: outro dos principais vinhos brancos do Uruguai. Nessa safra o corte é 97% Chardonnay e 3% Viognier com passagem de 6 a 8 meses em carvalho francês. Nota V3 – 93 pontos.

Tannat Cemento 2018, Viña Éden: um 100% Tannat sem passagem em carvalho. O vinhedo mais próximo a costa já traz um vinho mais fresco. Corpo médio, notas de giz, frutas vermelhas e especiarias. Nota V3 – 90 pontos.

Massimo Deicas 2010, Familia Deicas: uvas 100% Tannat com passagem de 24 meses em carvalho francês e 14,0% de graduação alcoólica, é o ícone da bodega. Aromas de frutas vermelhas maduras, chocolate, muita estrutura e largo final. Nota V3 – 94 pontos.

Massimo Deicas 2013, Familia Deicas: primeira safra produzida sob a supervisão de Paul Hobbs, já mostra um perfil diferente. Em boca está mais macio e com ótimo equilíbrio, taninos finos e final aveludado Nota V3 – 96 pontos.

Il Nero 2009, Antígua Bodega: um dos principais vinhos do Uruguai, está entre os 3 melhores tintos que já provei de lá. A safra 2009 é fabulosa, 100% Tannat com passagem de 36 meses em carvalho francês e americano e mais 24 meses de estágio em garrafa. Uma obra-prima que combina potência e elegância com taninos firmes e final largo. Nota V3 – 97 pontos.

Il Nero 2011, Antígua Bodega: estava mais jovem que o 2009 mas mostra que deve evoluir mais e provavelmente ter uma guarda maior que a primeira safra. Nota V3 – 95 pontos.

Vivent de Tannat 2016, Bodegas Carrau: As uvas 100% Tannat foram colhidas e selecionadas manualmente. Em seguida, foram fermentados em pequenos lotes a temperaturas controladas e fortificados com álcool de cereais para obter um vinho estilo do Porto. Depois, descansou em barricas de carvalho por 18 meses. Nota V3 – 91 pontos.

Bons vinhos a todos.

5 comentários em “Vinhos Uruguaios – 10 Vinhos Acima de 90 Pontos V3

  1. Já tomei o Cru Chardonnay 2010, e naquele momento achei ele bastante evoluído (talvez a garrafa?), me interessei em provar novamente, porém tenho uma preferência pessoal pelo prelúdio branco (para mim o melhor vinho da Am. do Sul). Com relação aos tintos, imprime o que você disse sobre o Il nero 2011 que eu assino embaixo; tomei ano passado e acho que implora por anos em garrafa…vai evoluir muito!

    Belíssima prova Sitta!!!

    Curtir

  2. Essa degustação foi soberba; excepcional! Nela eu consegui confirmar uma impressão que já tinha: o Cru D’Exception Chardonnay é o melhor branco do Hemisfério Sul. Um vinho magnífico!! Que venham outros eventos com os vinhos uruguaios! 🍷🍷

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s