Roteiro Mendoza: Bodega Rolland

Por Ana Carolina Sitta

Oi pessoal.

Depois de uns dias sem conseguir parar para escrever, volto hoje com a terceira vinícola no nosso roteiro por Mendoza: a Bodega Rolland.

Essa bodega super conceituada e seu enólogo já tiveram a sua história contada aqui no blog (link abaixo). Mas apenas para retomarmos um pouco, um breve relato de sua história.

+ Bodega Rolland – História, Curiosidades e Degustação dos Ícones.

A Bodega Rolland foi fundada por Michel Rolland, enólogo francês que fez carreira em Bordeaux e atua como consultor, influenciando o estilo de vinho em todo o mundo. Em 1988 ele foi pela primeira vez à Argentina e se apaixonou pelo lugar. Ele então escolheu o Vale do Uco para construir sua própria vinícola no país e a única fora da França.

Junto com a família, e desde antes da construção da vinícola, trabalham os extremamente talentosos Magdalena e Rodolfo Vallebella (Diretor da Bodega). Ambos são enólogos e estão encarregados da gestão da vinícola, na Argentina.

Hoje a Bodega Rolland fica localizada dentro do Clos de Los Siete. Você também acha mais informações sobre o grupo no link abaixo:

+ Clos de Los Siete – Sinônimo de Perfeição e Elegância.

O lugar é de tirar o folego, e não era de se admirar que Michel tenha construído sua casa na Argentina junto à Bodega. Afinal, quem não iria querer acordar com essa vista?

Fomos muito bem recebidas ali e o nosso passeio começou pela sala de barricas. Difícil saber se ficamos mais impressionadas com a quantidade de barricas ali ou com esse lustre…rs

Logo em seguida o tour segue pelos tanques de inox e concreto, por onde passam os vinhos na primeira fase de vinificação. Um diferencial é a serpentina que é usada para controlar a temperatura do líquido dentro do barril, principalmente os vinhos brancos. E para quem, assim como eu, sempre teve curiosidade de saber como o vinho fica dentro do barril de carvalho, tá aí a resposta…rs

Uma outra coisa muito interessante, foi ver os ovos de concreto. O principal fator do formato oval, sem cantos ou bordas, é permitir a constante movimentação do vinho dentro do recipiente, sem necessidade do uso de bombas ou eletricidade, sem contato com oxigênio e sem “bâtonnage”, remontagem ou outras interferências, somente pela própria energia gerada na fermentação do vinho. Isso mantém o vinho em uma temperatura mais homogênea durante o processo.

O próximo passeio foi pela sala onde ficam as barricas de vinho tinto e o ambiente é climatizado, mantendo sempre a mesma temperatura independente da época do ano e estimulando a fermentação.

Com certeza vale o passeio e a aula. Sem falar que o lugar é realmente lindo!!!

Ao final, claro que não poderia faltar a degustação!

Mariflor Sauvignon Blanc 2020: Esse foi o vinho favorito da Tamara (minha amiga e responsável pelas fotos boas) de toda a viagem. Uvas 100% Sauvignon Blanc com estágio de 6 meses em carvalho sobre a borras. Cor ouro brilhante, notas cítricas no nariz, em boca tem bom volume, boa acidez e final frutado.

Mariflor Merlot 2020: esse 100% Merlot estagiou 15 meses em barricas de carvalho francês. Frutas vermelhas no aroma, taninos macios, ótimo equilíbrio e final aveludado.

Mariflor Blend 2019: corte de 60% Cabernet Franc e 40% Malbec com passagem de 12 meses em carvalho francês com potencial de guarda estimado de 10 anos.

Val de Flores 2019: a estrela da degustação. Uvas 100% Malbec com passagem de 14 meses em carvalho francês. Cor rubi escuro, aromas de frutas negras maduras, chocolate e pimenta preta. Em boca é robusto, potente e vibrante com notas de frutas combinadas com baunilha. Final largo.

Um dica bacana, eles também vendem azeites de oliva. Eu trouxe apenas dois vidrinhos e me arrependi de não ter trazido mais….

+ Roteiro Mendoza: Vinos de la Luz

+ Roteiro Mendoza: Solo Contigo Wines

Serviço:
Bodega Michel Rolland
Website: www.bodegarolland.com
Instagram: @bodegarolland
Instagram: @rodolfovallebella

7 comentários em “Roteiro Mendoza: Bodega Rolland

  1. Leio o blog e não sei o que me dá mais vontade: de abrir um vinho ou viajar! Rsrs. Enquanto o bolso não permite, vou bebendo vinho e viajando através das suas fotos e textos!

    Curtido por 3 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s